1 evento ao vivo

Publicidade e GameStop elevam valor do Reddit para US$6 bilhões em última captação

9 fev 2021
16h33
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Reddit dobrou de valor, para 6 bilhões de dólares, depois que a plataforma de mídia social no centro da polêmica sobre a alta das ações da GameStop no mês passado levantou mais recursos para lidar com uma onda de novos usuários.

15/04/2014
REUTERS/Robert Galbraith
15/04/2014 REUTERS/Robert Galbraith
Foto: Reuters

A companhia, que agora afirma ter mais de 50 milhões de usuários ativos por dia, anunciou uma captação de 250 milhões de dólares na segunda-feira liderada pela empresa de investimentos de risco Vy Capital.

O Reddit era avaliando em cerca de 3 bilhões de dólares na rodada anterior de captação, realizada em fevereiro de 2019, e o aumento no valor da empresa acontece após um salto de 90% na receita com publicidade.

"Decidimos que agora era a oportunidade correta para investimentos estratégicos no Reddit incluindo vídeo, publicidade, produtos de consumo e expansão para mercados internacionais", afirmou a empresa.

A plataforma chamou atenção em janeiro pois seus fóruns foram utilizados para organizar uma série de movimentos de preços nas ações da varejista norte-americana de videogames GameStop Corp, da operadora de cinemas AMC Entertainment e de uma série de outras empresas menores e fora do radar da maioria dos investidores.

O Reddit, que conta com apoio de investidores como Andreessen Horowitz, Sequoia Capital e Tencent Holdings, foi criado em 2005 pelo atual presidente-executivo, Steve Huffman, pelo empresário Alexis Ohanian e pelo ativista de internet Aaron Swartz.

O site tornou-se popular por causa de seus fóruns, que permitem que qualquer um publique mensagens ou outros conteúdos que podem ser votados pelos leitores.

Veja também:

Por que o Facebook bloqueou conteúdos na Austrália?
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade