4 eventos ao vivo

Por R$ 9 mil, Samsung anuncia o celular dobrável Galaxy Z Flip

Assim como o rival Motorola Razr, aparelho se dobra pela metade, como os antigos celulares de flip, coqueluche no início dos anos 2000

11 fev 2020
16h31
atualizado às 18h16
  • separator
  • 0
  • comentários

A Samsung anunciou nesta terça-feira, 11, o seu segundo smartphone dobrável, o Galaxy Z Flip, durante evento em São Francisco, nos Estados Unidos. O aparelho segue a proposta do rival dobrável da Motorola, o Razr: em vez de ter um tamanho de um tablet e dobrar na horizontal, o celular se dobra na vertical, resgatando a idea dos antigos celulares de flip. É uma proposta diferente do dobrável Galaxy Fold, anunciado pela marca no ano passado.

No Brasil, os dois rivais vão ter o mesmo preço: o Z Flip chegará ao País em 11 de março por R$ 9 mil - o Galaxy Fold, vale lembrar, foi lançado no País no início de 2020, por R$ 13 mil. Essa é a confirmação de que a categoria de dobráveis será para poucos bolsos. O Z Flip é só um pouco mais barato que o modelo o de iPhone mais caro disponível por aqui, o 11 Pro Max de 512 GB, que custa R$ 9,6 mil.

Nos EUA, o Z Flip será o celular dobrável mais barato do mercado: estará disponível por US$ 1.380 a partir de 14 de fevereiro. Isso significa que ele é US$ 120 mais barato que o Motorola Razr.

Especificações e recursos

O Galaxy Z Flip tem tela de 6,7 polegadas quando aberto, praticamente sem bordas. Ele também tem um visor pequeno que mostra notificações e o horário quando o dispositivo está fechado. A câmera tem lente dupla e é possível tirar selfies mesmo quando o aparelho está fechado.

Segundo a empresa, o Galaxy Z Flip tem resistência para ser dobrado 200 mil vezes. É a primeira vez que uma empresa apresenta um celular dobrável com tela de vidro: nos modelos já apresentados, os aparelhos tinham uma camada de plástico sob o visor.

O aparelho estará disponível nas cores roxo, preto e em dourado para alguns países.

Além de fechá-lo e abri-lo, é possível deixar o novo celular dobrável da Samsung parado em posições intermediárias entre 0 e 180 graus, como um notebook. Isso permite, por exemplo, que um usuário assista um vídeo em uma parte da tela e veja os comentários em outra parte. Além disso, com o recurso, os usuários podem utilizar o celular estabilizado para tirar selfies, fotos e fazer vídeos, sem precisar de um tripé.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade