0

Falha de TI causa desconfiança em 80% dos clientes de bancos

Maioria dos entrevistados afirmou que a reputação do banco a respeito de proteção contra ameaças cibernéticas foi um fator importante no momento de escolher uma instituição financeira

27 jan 2015
14h14
atualizado às 14h15
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Enquete mostra que 74% das empresas elegem um banco com base em sua reputação em temas de segurança cibernética.</p>
Enquete mostra que 74% das empresas elegem um banco com base em sua reputação em temas de segurança cibernética.
Foto: Pressmaster / Shutterstock

Acidentes informáticos - como perda de dados ou vazamentos de informações - podem destruir a reputação de uma empresa, principalmente a dos bancos. Cerca de 80% dos clientes declararam que perdem a confiança em suas instituições financeiras após um acidente de segurança de TI.

As informações são de uma enquete realizada em conjunto entre a B2B International e a Kaspersky Lab, divulgada nesta terça-feira.

De acordo com a pesquisa, a maioria dos entrevistados afirmou que a reputação do banco a respeito de proteção contra ameaças cibernéticas foi um fator importante no momento de escolher uma instituição financeira. No entanto, menos de 50% dos entrevistados consideram a perda de confiança e reputação como uma consequência grave de um acidente informático.

Além disso, apenas 53% das pessoas que participaram da pesquisa acreditam que seus bancos estão fazendo todo o possível para proteger as informações dos clientes. A enquete mostra que 74% das empresas elegem um banco com base em sua reputação em temas de segurança cibernética.

No último ano, cerca de 41% das companhias financeiras e 48% das operações de comércio eletrônico perderam informações financeiras devido a crimes de informática. Em contrapartida, só 47% das empresas financeiras e 40% das companhias que trabalham no setor de comercio eletrônico mencionaram a perda de reputação e confiança entre as três consequências mais prejudiciais provocadas por incidentes de informática. 

Veja também:

Veja como funciona a Bixby, assistente de voz da Samsung
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade