0

Cientistas resolvem mistério de galáxia 'sem matéria escura'

Novos estudos permitiram rever alguns dados e entender melhor a formação da galáxia...

9 jun 2019
13h13
atualizado às 13h52
  • separator
  • comentários

A matéria escura é um componente do universo que pode ser medido mas não pode ser observado. A comprovação da sua existência é feita a partir da força gravitacional que ela exerce e acredita-se que sua presença é essencial para causar o colapso de gases que formam as estrelas nas galáxias.

Foto: TecMundo

Em 2018, o meio científico vinha mostrando uma certa animação com alguns relatos de uma galáxia que, segundo afirmavam, não possuia matéria escura. Agora, um novo artigo publicado por pesquisadores do Instituto de Astrofísica de Canarias (IAC) afirma ter resolvido o mistério.

Os cientistas do IAC afirmam que, depois de fazer uma série de observações na galáxia KKS2000]04 (NGC1052-DF2), anteriormente chamada de "a galáxia sem matéria escura", eles chegaram a uma conclusão sobre os dados obtidos até então. A equipe percebeu que os parâmetros relacionados a distância da galáxia estavam equivocados, isso fez com que eles tivessem que revisar estes dados.

Novos parâmetros

Foram utilizados cinco indicadores de distância diferentes, feitos com cinco métodos independentes, para estimar a real distância da galáxia. Todos os novos dados apontavam para uma única conclusão: a galáxia está muito mais próxima do que o valor apresentado em pesquisas anteriores. 

A equipe diz que o artigo original sobre a galáxia usa uma distância de 64 milhões de anos-luz da Terra. De acordo com a equipe do IAC, a galáxia está muito mais próxima, a cerca de 42 milhões de anos-luz. Quando os cálculos foram repetidos usando a nova distância, a KKS2000]04 (NGC1052-DF2) se encaixou nas tendências observadas de galáxias com características semelhantes.

O grupo de pesquisadores diz que os novos dados mostraram que as massas total e de estrelas dessa galáxia são de cerca de metade e um quarto, respectivamente, das massas estimadas anteriormente para estes dois parâmetros. Com isso, foi possível concluir que uma parte significativa da massa total da galáxia deve ser feita de matéria escura. Os cientistas afirmam que o novo trabalho mostra a importância da medição correta das distâncias extragaláticas.

TecMundo
  • separator
  • comentários
publicidade