0

Chinesa Didi anuncia plano de reorganização para aprimorar segurança

5 dez 2018
11h25
atualizado às 11h55
  • separator
  • comentários

A companhia chinesa de transporte urbano por aplicativo Didi Chuxing, controladora da brasileira 99, anunciou nesta quarta-feira um plano de reorganização para melhorar a segurança dos usuários de sua plataforma, após assassinatos de dois clientes.

23/04/2018 REUTERS/Carlos Jasso
23/04/2018 REUTERS/Carlos Jasso
Foto: Reuters

A empresa disse que vai criar duas posições no topo de sua estrutura de liderança - um diretor de segurança reportando-se ao presidente-executivo, Cheng Wei, e um diretor de segurança de informações respondendo ao diretor de tecnologia, Bob Zhang.

"A segurança é a prioridade número um para nossos usuários. Os membros do comitê responsáveis pela segurança promoverão e implementarão o trabalho de reforma da segurança, investirão em recursos online e offline e melhorarão nossos padrões de segurança", disse a empresa.

A Didi tem sido alvo de uma reação pública desde que uma mulher de 20 anos da cidade de Wenzhou, no leste do país, foi estuprada e morta por um motorista do serviço em agosto, cerca de três meses depois que outro usuário da Didi foi assassinado.

Na semana passada, o Ministério dos Transportes chinês disse que a Didi estava "fora de controle" e criticou seus procedimentos de administração e verificação de antecedentes de motoristas.

A empresa também afirmou que vai consolidar algumas de suas divisões de viagens compartilhadas - cada uma responsável por diferentes serviços - para formar uma única unidade de negócios na qual investirá para melhorar os padrões de conformidade e serviços.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade