PUBLICIDADE

ASML eleva previsão de vendas em 2021 em corrida para aumento de capacidade de chips

21 jul 2021 10h05
| atualizado às 16h26
ver comentários
Publicidade

A ASML, uma das maiores fornecedoras mundiais para empresas de semicondutores, aumentou previsão de vendas para 2021 nesta quarta-feira e anunciou uma nova recompra de ações, já que as encomendas de seus equipamentos dispararam em meio a uma escassez global de chips.

Sede da ASML, em Eindhoven, Holanda 
23/01/2019
REUTERS/Eva Plevier
Sede da ASML, em Eindhoven, Holanda 23/01/2019 REUTERS/Eva Plevier
Foto: Reuters

A empresa holandesa disse que a demanda continua forte pois os principais fabricantes de chips, como TSMC, Samsung e Intel, estão correndo para expandir capacidade de produção.

A ASML, que viu o lucro líquido no segundo trimestre crescer 38%, para 1,02 bilhão de euros, elevou perspectiva de crescimento de vendas em 2021 para 35%.

"Todo mundo está trabalhando arduamente, nós e nossos fornecedores, para realmente produzir...mais máquinas", disse o presidente-executivo, Peter Wennink. "Tudo é impulsionado basicamente pelo que estamos vendo hoje, que é a revolução digital."

O valor de mercado da ASML aumentou para o recorde de mais de 240 bilhões de euros, conforme vendas de eletrônicos de consumo na pandemia, estoques na China e problemas de abastecimento criaram uma escassez global de semicondutores.

A ASML, com sede em Veldhoven, no sul da Holanda, é o principal fabricante de sistemas de litografia usados para a produção de semicondutores. Cada máquina pode custar até 200 milhões de euros.

Os pedidos de sistemas de litografia atingiram um recorde de 8,3 bilhões de euros no segundo trimestre, apoiando uma carteira de encomendas 75% maior do que no final do primeiro trimestre.

A ASML relatou pedidos no valor de 4,9 bilhões de euros para suas máquinas ultravioleta extrema (EUV) usadas para fabricar chips avançados.

Além de comprar o equipamento da ASML, os fabricantes de chips investiram em software para aumentar a capacidade do equipamento existente, disse Wennink, ajudando a aumentar a margem de lucro bruto da ASML para 50,9%.

A maior parte das vendas da ASML é para Taiwan e Coreia do Sul, com a China em terceiro e os Estados Unidos em quarto.

A empresa disse também que recomprará 9 bilhões de euros de suas próprias ações até o final de 2022, substituindo o programa anterior de quase 6 bilhões de euros lançado no ano passado.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade