2 eventos ao vivo

Apple anuncia lançamento de serviço streaming de música

O Apple Music começará a ser disponibilizado em junho pelo valor de US$ 9,99

8 jun 2015
17h36
atualizado em 9/6/2015 às 09h09
  • separator
  • 0
  • comentários

Depois de várias especulações, a Apple anunciou, nesta segunda-feira (8), durante o evento WWDC 2015, o lançamento do seu serviço streaming de música, o Apple Music. Considerado rival do Spotify, o app vem acompanhado do Itunes Music Store e de todas as músicas disponíveis. De acordo com Eddy Cue, vice presidente da companhia, o serviço estará disponível para 100 paises ainda em junho. 

Foto: Apple / Divulgação

Siga Terra Notícias no Twitter

Com as mesmas funções dos outros serviços por streaming, o Apple Music traz uma nova função, a página 'For You' dentro do aplicativo que cria playlists personalizadas a partir de seleções que você faz ao escolher artistas e estilos de música de sua preferência. As duas grandes inovações do streaming são o serviço de rádio global, o Beats One, que ficará no ar 24 horas por dia, todos os dias da semana, e a 'mini rede social' Connect, onde artistas podem compartilhar fotos, vídeos, frases e os fãs, ao seguir os perfis, podem curtir e comentar as atualizações. 

Outra particularidade do serviço da Apple, que também conta com vídeos em HD, é o uso da Siri para auxiliar na busca de músicas e artistas. O Apple Music estará disponível por US$ 9.99 por mês, mas "para que todos experimentem", como afirmou Eddy Cue, os primeiros três meses serão gratuitos. Outra forma de adesão do lançamento é através do pacote família, pelo valor de US$ 14.99 por mês para seis membros ou mais. 

Durante o Apple WWDC 2015 que aconteceu em São Francisco, Tim Cook, CEO da empresa, anunciou as novas atualizações e novidades do IOS 9, OS X e Wartch OS. 

IOS 9
A principal novidade do IOS 9  é uma Siri mais interativa em todas funções, além das assistências já conhecidas, a atualização traz um sistema mais intuitivo. Ao receber uma chamada desconhecida, a Siri procura o contato na caixa de entrada do email e identifica o provável nome abaixo do número. 

Foto: Apple / Divulgação

Outra preocupação para a atualização foi prolongar a duração da carga da bateria. No IOS 9, ao acionar o 'modo de bateria baixa', o celular ganha até três horas adicionais de carga. 

Quanto aos aplicativos, o Notas ganha novas funções com uma barra que permite escolher títulos, fontes, criar listas, inserir imagens da biblioteca de fotos, links de páginas abertas no safari e até desenhar. O Maps também ganhou atualizações, como o Transit, que é um novo mapa só para trânsito e rotas incluindo linhas de ônibus, metro, distância para chegar no destino em mais de 20 cidades. 

A grande novidade em aplicativos fica a cargo do lançamento do News. O app cria uma página personalizada nos interesses dos usuários e disponibiliza as principais notícias dos assuntos escolhidos. A CNN, The New Yotk Times e ESPN são alguns dos veículos que fecharam parceria com a Apple para disponibilizar conteúdo. Inicialmente, o News só estará disponível para os Estados Unidos, Reino Unido e Austrália. 

O IOS 9 será lançado oficialmente no outono americano (primavera no Brasil) e, após as críticas recebidas pelos 4,6 GB necessários para o IOS 8, a nova atualização precisará apenas de 1,3 GB.

OS X
O OS X El Capitan, como foi batizado, traz pequenas inovações para melhorar a funcionalidade do uso. No Safari, pode-se criar pins dos sites preferidos para que eles fiquem organizados em uma barra e sejam carregados automaticamente. Outra novidade é a forma de organização das páginas abertas no desktop de modo que elas possam ser visualizadas ao mesmo tempo lado a lado preenchendo toda a tela. 

Watch OS
Há menos de dois meses no mercado, o Apple Watch também ganhou atualizações e novos recursos. O Watch OS 2 permite ao usuário personalizar a página incial com as informações de sua escolha e imagem da tela inicial, que pode ser rotativa através das fotos da biblioteca. 

Foto: Apple / Divulgação

Outro novo é a possibilidade de responder emails, inclusiva através da Siri que está mais interativa na atualização, respondendo a mais comandos. 

O Apple Watch também ganhou uma nova função ao ser carregado durante a noite. Seu visor mostra as horas como um relógio de cabeceira e desperta no horário programado. 

O Watch OS 2 também ganhou o recurso 'Viagem no Tempo' que permite saber informações baseadas nas horas futuras. Ao girar o botão na lateral do relógio e 'avançar no tempo' o usuário fica sabendo das 'informações futuras'. 

 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade