6 eventos ao vivo

Agora é possível bloquear anúncios políticos no Facebook e no Instagram

Recurso estreia no Brasil nesta semana

4 ago 2020
16h49
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Facebook anunciou nesta terça, 4, que permitirá o bloqueio de anúncios políticos e propaganda eleitoral em duas de suas plataformas: a própria rede social e o Instagram. "As pessoas frequentemente nos dizem que querem ter mais opções sobre quais tipos de anúncios veem em seus feeds", afirmou a companhia em seu blog.

Para bloquear as propagandas, usuários do Facebook deverão ir até a aba Preferências de anúncios e lá escolher quais tipos de anúncios deixarão de aparecer na linha do tempo. Agora, há opções de bloquear anúncios políticos e eleitorais que levam o selo "Pago Por" ou "Propaganda Eleitoral". Para ativar o recurso no Instagram, é necessário ir Preferências de tópico de anúncio. O Facebook diz que se o usuário continuar visualisando anúncios do tipo, o caso poderá ser reportado à empresa.

O recurso já havia chegado em junho nos EUA, após um anúncio de Mark Zuckerberg, fundador da empresa. Antes disso, o Twitter já havia banido anúncios eleitorais de sua plataforma. Segundo a Bloomberg, considera tomar medida semelhante antes das eleições americanas. A empresa de Zuckerberg está pressionada pelo tipo de conteúdo que permite circular em suas plataformas, o que levou ao boicote de anunciantes em julho.

Além disso, o Facebook não permitirá no Brasil a circulação de anúncios políticos que não levem os selos "Pago por" ou "Propaganda Eleitoral" - o anúncio da restrição havia sido feito em junho. Os anunciantes também deverão comprovar identidade por CPF ou CNPJ, além de residência no País. Os anúncios ficarão registrados na Biblioteca de Anúncios da companhia, um recurso criado após o escândalo da Cambridge Analytica em 2018.

Veja também:

Como a Tesla fez de Musk a 2ª pessoa mais rica do mundo
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade