PUBLICIDADE

Terremoto mata 20 no Paquistão e deixa centenas de feridos

Mais de 100 casas desabaram e muitos prédios ficaram danificados, disse a autoridade distrital Sohail Anwar

7 out 2021 08h18
| atualizado às 08h26
ver comentários
Publicidade
Moradores ao lado de escombros deixados por terremoto em Harnai, no Paquistão
07/10/2021 REUTERS/Naseer Ahmed
Moradores ao lado de escombros deixados por terremoto em Harnai, no Paquistão 07/10/2021 REUTERS/Naseer Ahmed
Foto: Reuters

Um terremoto de magnitude 5,7 atingiu o sul do Paquistão nas primeiras horas desta quinta-feira, 7, matando 20 pessoas, a maioria mulheres e crianças, e ferindo cerca de 300, num momento em que a maioria das vítimas dormia, informaram autoridades.

O terremoto aconteceu a uma profundidade de 20 quilômetros, com seu epicentro a 102 quilômetros a leste da cidade de Quetta, disse o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS).

"Eu estava dormindo quando de repente minha casa inteira balançou", disse Munir Shah, de 40 anos e morador do distrito de Harnai, na província do Balochistão, à Reuters por telefone.

"Levei meus filhos e minha esposa para fora. Foi uma situação aterrorizante, pois as casas em Harnai estavam desabando, minha casa também foi danificada", acrescentou.

"Encontrei várias pessoas sob os escombros, algumas delas podiam estar mortas."

Mais de 100 casas desabaram e muitos prédios ficaram danificados, disse a autoridade distrital Sohail Anwar. Imagens da televisão mostraram prédios com rachaduras, telhados danificados e muros caídos.

Muitas pessoas foram mortas pela queda de telhados e de muros no bairro de Babu Mohallah, no mesmo distrito, disse Nawab Khan, um jornalista local.

"A cidade inteira é uma cena de devastação, pois nenhuma casa parece segura, milhares de pessoas ficaram desabrigadas e estão ao relento", disse Khan, acrescentando que 70% do suprimento de energia para o distrito foi interrompido.

O primeiro-ministro paquistanês, Imran Khan, determinou uma avaliação imediata dos danos e ofereceu condolências às famílias que perderam entes queridos, acrescentando: "Determinei ajuda imediata de forma emergencial... para as vítimas do terremoto".

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade