PUBLICIDADE

Senado dos EUA decide avançar com pacote de infraestrutura após acordo bipartidário

28 jul 2021 20h44
ver comentários
Publicidade

O Senado dos Estados Unidos decidiu nesta quarta-feira avançar em direção ao debate formal e à aprovação de um acordo de infraestrutura de 1,2 trilhão de dólares, depois que negociadores de ambos os partidos chegaram a um acordo sobre os principais itens do pacote que é uma das principais prioridades do presidente Joe Biden.

11/02/2021
REUTERS/Erin Scott
11/02/2021 REUTERS/Erin Scott
Foto: Reuters

O acordo, que vem depois de meses de negociações entre democratas e republicanos do Senado, recebeu apoio de senadores de ambos os partidos, sendo aprovado por 67 votos a 32.

A senadora democrata Kyrsten Sinema e o senador republicano Rob Portman, os dois líderes das negociações no Senado, anunciaram o acordo desta quarta-feira a repórteres no Capitólio.

"Estamos entusiasmados em ter um acordo", disse Sinema, que descreveu Biden como "muito animado" com o pacote de infraestrutura.

O acordo inclui 110 bilhões de dólares para estradas, 65 bilhões de dólares para expandir o acesso à banda larga e 47 bilhões de dólares para resiliência ambiental, disseram os parlamentares.

Abordando uma preocupação dos republicanos com o financiamento das medidas, Portman disse que o pacote está "mais do que pago" e acrescentou: "Esperamos seguir em frente e ter um debate saudável."

Autoridades disseram que o pacote será financiado por meio de uma combinação de medidas, sendo a principal o redirecionamento de 205 bilhões de dólares de fundos de alívio da Covid-19. Outra iniciativa é a recuperação de 50 bilhões de dólares em benefícios de desemprego pagos de forma fraudulenta durante a pandemia. [VnL1N2P43DL]

Os democratas pretendem que o projeto de lei --que inclui financiamento para estradas, pontes, banda larga e outras infraestruturas físicas-- seja seguido por um pacote de "infraestrutura humana" de 3,5 trilhões de dólares que enfrenta forte oposição republicana e de alguns dissidentes democratas moderados.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade