PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Mundo

Putin diz que avanço das forças russas na Ucrânia ocorre conforme planejado

15 mai 2024 - 11h33
Compartilhar
Exibir comentários

O presidente Vladimir Putin disse na quarta-feira que as forças russas estavam melhorando suas posições todos os dias ao longo do front na Ucrânia, em todas as direções, e que o avanço estava ocorrendo conforme o planejado.

A Rússia tem empurrado as forças ucranianas para trás em vários pontos nos últimos meses, apesar da ajuda de centenas de bilhões de dólares dos Estados Unidos e de seus aliados.

Putin, em uma reunião no Kremlin com o novo ministro da Defesa, Andrei Belousov, o secretário do Conselho de Segurança, Sergei Shoigu, e generais de alto escalão, disse que o trabalho das Forças Armadas estava "prosseguindo de acordo com o plano" aprovado pelo Estado-Maior.

"Quanto mais eficazmente vocês trabalharem na linha de frente, mais chances teremos de resolver essa questão pacificamente", disse Putin aos generais. "É isso que sempre buscamos, e eu sempre falei sobre isso."

As forças russas abriram este mês uma nova frente na região de Kharkiv, que abriga a segunda maior cidade da Ucrânia, forçando a Ucrânia a enviar soldados de outras partes da linha de frente.

O Ministério da Defesa da Rússia disse na quarta-feira que havia assumido o controle de mais dois assentamentos na região de Kharkiv, nordeste da Ucrânia, e um na região de Zaporizhzhia, no sul.

Putin agradeceu Shoigu por seu trabalho anterior no cargo de ministro da Defesa. Ele afirmou que "muitas coisas não estavam claras antes do início das hostilidades" e disse que Shoigu o ajudaria a gerenciar as seções militares e de segurança do Estado.

Putin disse que havia nomeado Belousov, que estava vestido com um terno civil, devido ao aumento dos gastos com defesa e segurança, que, segundo ele, chegariam a 8,7% do produto interno bruto ou um pouco mais. Isso ainda está abaixo do nível soviético de 13% em meados da década de 1980.

"Certamente não é 13%, como era o caso na União Soviética, mas ainda é uma quantia sólida, é um grande recurso e precisamos usá-lo com muito cuidado e eficiência", declarou Putin.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
Publicidade
Publicidade