PUBLICIDADE

Papa tem evolução "satisfatória" após cirurgia no cólon

Francisco deve ficar internado até o fim de semana

7 jul 2021 07h59
| atualizado às 08h14
ver comentários
Publicidade

Três dias após passar por uma cirurgia no cólon, o papa Francisco apresenta recuperação "regular e satisfatória", de acordo com boletim divulgado nesta quarta-feira (7) pela Sala de Imprensa do Vaticano.

Papa Francisco acena pata fiéis no Vaticano
04/07/2021 Vatican Media/Divulgação via REUTERS
Papa Francisco acena pata fiéis no Vaticano 04/07/2021 Vatican Media/Divulgação via REUTERS
Foto: Reuters

Segundo a Santa Sé, o pontífice "continua se alimentando normalmente e suspendeu a terapia parenteral", ou seja, a alimentação intravenosa.

"O exame histológico definitivo confirmou uma estenose diverticular severa com sinais de diverticulite esclerosante. O papa Francisco está comovido com as numerosas mensagens e o carinho recebidos nos últimos dias e expressa sua gratidão pela proximidade e pela oração", diz o boletim.

Jorge Bergoglio está internado no Hospital Policlínico Agostino Gemelli, em Roma, desde o último domingo (4), quando passou por uma cirurgia para corrigir uma estenose diverticular do cólon, estreitamento causado pelo surgimento de pequenas bolsas chamadas divertículos nessa parte do intestino grosso.

De acordo com a Santa Sé, o Papa deve seguir hospitalizado até o fim de semana. Francisco é acompanhado por dois enfermeiros do Vaticano, e seu apartamento conta com uma pequena capela para orações e eventuais celebrações.

O quarto é o mesmo onde São João Paulo II foi internado sete vezes durante seu pontificado e, durante a manhã, um grupo de pacientes se reuniu em torno a uma estátua de Karol Wojtyla no pátio central do hospital e rezou um Pai Nosso em homenagem a Francisco.

Bergoglio esperou o início de julho para fazer a cirurgia, já que este costuma ser o mês de "férias" dos papas, sem audiências gerais às quartas feiras e com menos compromissos.  

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade