PUBLICIDADE

ONU "legitima os terroristas do Hamas", diz Netanyahu

O Conselho dos Direitos Humanos da organização anunciou a criação de uma comissão que vai apurar as violações das leis humanitárias em Gaza

13 ago 2014 14h57
ver comentários
Publicidade
<p>O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, participa de uma&nbsp;coletiva de imprensa no seu escrit&oacute;rio, em 6 de agosto</p>
O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, participa de uma coletiva de imprensa no seu escritório, em 6 de agosto
Foto: Jim Hollande / Reuters

O Conselho dos Direitos Humanos da ONU "legitima as organizações terroristas violentas como o Hamas", declarou o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu, dois dias depois do anúncio da criação de uma comissão de investigação internacional.

A comissão deve investigar as violações das leis humanitárias internacionais e dos direitos humanos especialmente na Faixa de Gaza, cenário há mais de um mês de uma guerra Israel e Hamas, com saldo de quase 2.000 mortos do lado palestino e 67 do israelense. Netanyahu pediu investigação primeiro da Síria, Iraque e Líbia, ao invés da Faixa de Gaza.

Netanyahu afirmou que primeiro deveriam ser investigados Damasco, Bagdá e Trípoli.

"Invés de investigar os ataques do Hamas contra civis israelenses, invés de investigar o massacre que (o presidente sírio Bashar) Assad está cometendo contra seu povo ou o do Estado Islâmico (EI) contra os curdos (no Iraque), a ONU decide investigar Israel, a única democracia no Oriente Médio, uma democracia que é legítima e proteje seus cidadãos contra o terrorismo assassino", enfatizou.

Israel X Hamas: compare o poder bélico  Israel X Hamas: compare o poder bélico

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
Publicidade
Publicidade