0

John Kerry visita a região autônoma curda do Iraque

Os curdos podem desempenhar um importante papel na formação de um governo central que pode beneficiar o povo iraquiano

24 jun 2014
07h56
atualizado às 07h56
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>O presidente curdo Masud Barzani cumprimenta o secretário de Estado  americano, John Kerry, no palácio presidencial em Arbil, capital da região autônoma do Curdistão, norte do Iraque, em 24 de junho </p>
O presidente curdo Masud Barzani cumprimenta o secretário de Estado americano, John Kerry, no palácio presidencial em Arbil, capital da região autônoma do Curdistão, norte do Iraque, em 24 de junho
Foto: Reuters

O secretário de Estado americano, John Kerry, iniciou nesta terça-feira conversações com dirigentes da região autônoma curda do Iraque, para tentar unir as forças políticas ante a ofensiva dos insurgentes sunitas que se aproximam de Bagdá.

"Com as mudanças, estamos diante de uma nova realidade de um novo Iraque", declarou o presidente curdo Masud Barzani a Kerry.

Ao receber o secretário de Estado americano em Erbil, Barzani afirmou que os curdos desejam uma solução para a crise.

"Como todos sabem, este é um momento crítico para o Iraque. A formação de um governo é nosso principal desafio", afirmou Kerry ao interlocutor.

A ofensiva liderada pelos jihadistas sunitas do Estado Islâmico do Iraque e Levante (EIIL), iniciada em 9 de junho, permitiu aos curdos iraquianos assumir o controle de várias zonas do território que desejam integrar a sua região autônoma.

As forças de segurança curdas são responsáveis agora pela cidade multiétnica e rica em petróleo de Kirkuk, o centro do território disputado.

Kerry deve insistir nos encontros com os líderes curdos no "papel importante que os curdos podem desempenhar para ajudar o governo central a enfrentar os desafios em benefício de todos os iraquianos", afirmou a porta-voz do Departamento de Estado, Jen Psaki.

Foto: Arte Terra

Veja também:

Os navios gigantescos que a pandemia mandou para o desmanche
AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade