0

Jihadistas atacam 3 jazidas de petróleo no norte do Iraque

Pelo menos 13 rebeldes morreram em combates nesta quinta-feira

28 ago 2014
09h46
  • separator
  • 0
  • comentários

Combatentes do jihadista Estado Islâmico (EI) incendiaram nesta quinta-feira três jazidas de petróleo na cidade de Zemar, situada na setentrional província de Ninawa, após intensos combates com as tropas curdas "peshmergas".

<p>Os curdos lan&ccedil;aram hoje uma ofensiva para recuperar a cidade de Zemar, na qual conseguiram liberar cinco aldeias</p>
Os curdos lançaram hoje uma ofensiva para recuperar a cidade de Zemar, na qual conseguiram liberar cinco aldeias
Foto: Osama Al-dulaimi / Reuters

Fontes curdas relataram à Agência EFE que os terroristas perpetraram essa ação nos poços de petróleo da região de Ain Zaala, dependente de Zemar, como represália pelas perdas para os "peshmergas".

Pelo menos 13 extremistas morreram e vários de seus veículos foram destruídos nos combates, segundo as fontes.

Os curdos lançaram hoje uma ofensiva para recuperar a cidade de Zemar, na qual conseguiram liberar cinco aldeias e chegaram a ficar a apenas dois quilômetros da cidade.

As tropas curdas também assumiram o controle do monte Batana, um lugar estratégico situado entre as localidades de Zemar e Rabiá, que pode facilitar a retomada desta primeira, que, segundo as fontes citadas, não deve demorar muito.

Zemar, que depende administrativamente de Mossul, capital de Ninawa, é uma das regiões em disputa entre o governo central de Bagdá e a região autônoma do Curdistão iraquiano.

As tropas curdas eram responsáveis pela segurança dessa cidade, mas se retiraram após um ataque lançado há três semanas pelo EI, que capturou a população e assumiu as jazidas de petróleo e o oleoduto que leva petróleo aos portos turcos.

Iraque é palco de um conflito armado de caráter religioso e étnico desde junho passado, quando insurgentes sunitas liderados por este grupo jihadista iniciaram uma ofensiva na parte norte do país.

O EI efetuou rápidas conquistas e, no final desse mês, declarou um califado islâmico nos territórios controlados entre a Síria e o Iraque.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade