0

Ataques aéreos matam ao menos 44 pessoas na Síria, diz grupo

Além dos mortos, haveria 60 pessoas feridas em estado grave

8 jun 2018
07h37
atualizado às 08h48
  • separator
  • 0
  • comentários

Ataques aéreos provavelmente conduzidos pela Rússia contra um vilarejo da província síria controlada por rebeldes de Idlib matou ao menos 44 pessoas durante a noite, no maior número de mortes em um ataque único na região neste ano, informou o Observatório Sírio para Direitos Humanos nesta sexta-feira.

"Aviões de guerra, que provavelmente são russos, atacaram o vilarejo de Zardana no norte rural de Idlib durante a noite e causaram o maior número de mortes em um ataque único na região, incluindo 11 mulheres e seis crianças", disse o diretor do órgão de monitoramento da guerra, Rami Abdulrahman.

O número de mortes ainda deve aumentar, uma vez que os 60 feridos durante os ataques estavam em estado grave, disse. Equipes de resgate ainda buscam por sobreviventes debaixo de escombros.

Veja também

 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade