PUBLICIDADE

Maioria dos europeus avalia positivamente ser parte da UE

22 jun 2022 11h15
ver comentários
Publicidade

Pesquisa realizada nos 27 Estados-membros do bloco tem resultado mais favorável à União Europeia em 15 anos. Em meio à guerra na Ucrânia, opinião sobre a Rússia se deteriora.Quase dois terços dos europeus avaliam positivamente o fato de seus países serem Estados-membros da União Europeia (UE), segundo uma pesquisa encomendada pelo Parlamento Europeu, divulgada nesta quarta-feira (22/06). O resultado é o mais favorável à UE registrado nos últimos 15 anos.

A população na maioria dos países demonstrou opiniões significativamente mais positivas do que no mesmo estudo realizado no final do ano passado, especialmente nos países bálticos Lituânia e Estônia.

"Com o retorno da guerra ao nosso continente, os europeus se sentem seguros por serem parte da União Europeia", afirmou a presidente do Parlamento Europeu, Roberta Metsola.

A pesquisa revelou que apenas um em cada dez entrevistados vê a Rússia de maneira positiva, sendo que em 2018, essa proporção era de um em cada três. As opiniões sobre a China também se deterioraram, enquanto houve uma melhora nas imagens dos Estados Unidos e do Reino Unido.

Quase 60% dos europeus consideram como prioridade a defesa dos "valores europeus comuns", mesmo que isso afete os preços e o custo de vida.

A pesquisa entrevistou 27 mil pessoas nos 27 países-membros do bloco, entre abril e maio.

Outra pesquisa divulgada na semana passada apontou que 80% dos europeus apoiam as sanções econômicas impostas à Rússia desde o início da invasão da Ucrânia, assim como as políticas comuns de segurança e defesa.

Ucrânia e Moldávia candidatas

A Ucrânia deve ter confirmada nesta quinta-feira sua condição de país candidato a Estado-membro da UE.

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, propôs também incluir a Moldávia - vizinha à Ucrânia - como possível candidata, segundo um rascunho da declaração final de uma planejada reunião dos ministros do Exterior da UE, à qual a agência de notícias alemã DPA teve acesso.

Se a declaração final de fato for adotada, significará que os 27 Estados-membros do bloco aprovaram por unanimidade as duas candidaturas, após a recomendação da Comissão Europeia.

No rascunho afirma ainda que os países da UE estão preparados para conceder à Geórgia o status de candidato à entrada no bloco assim que condições listadas pela Comissão Europeia forem cumpridas.

rc/lf (Reuters, DPA)

Deutsche Welle A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.
Publicidade
Publicidade