PUBLICIDADE

Jornal se desculpa por publicar obituário de Papai-Noel

7 dez 2015 07h08
| atualizado às 07h24
ver comentários
Publicidade

Um jornal norueguês pediu desculpas aos leitores depois de publicar por engano um obituário do Papai-Noel.

O anúncio fúnebre, veiculado no diário Aftenposten, o segundo mais vendido do país, fazia alusão à morte do "querido Papai-Noel, nascido em 12 de dezembro de 1788".

Segundo o jornal, o personagem fictício teria morrido no último dia 3 de dezembro em Nordkapp, o ponto mais ao norte da Noruega.

O funeral seria realizado no dia 28 de dezembro na "Capela do Polo Norte".

Funeral seria realizado no próximo dia 28 de dezembro na "Capela do Polo Norte"
Funeral seria realizado no próximo dia 28 de dezembro na "Capela do Polo Norte"
Foto: Aftenposten / BBC News Brasil

O Aftenposten afirmou que a publicação do obituário foi causado por uma falha nos procedimentos internos do jornal.

"Aftenposten tem diretrizes rígidas tanto para o conteúdo quanto para o uso de símbolos em seus obituários. Esse anúncio é uma violação desses princípios e nunca deveria ter sido publicado", afirmou o jornal por meio de um comunicado.

"Vamos investigar o que aconteceu", prometeu o diário.

O Aftenposten afirmou que removeu o anúncio fúnebre de seu site depois que descobriu o erro.

BBC News Brasil BBC News Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC News Brasil.
Publicidade
Publicidade