1 evento ao vivo

Atropelamento na França não é 'terrorismo', diz procurador

29 mar 2018
08h41
atualizado às 13h30
  • separator
  • 0
  • comentários

O procurador-geral de Genoble, Jean-Yves Coquillat, informou nesta quinta-feira (29) que a tentativa de atropelamento de um grupo de militares nesta manhã, na França, não é um ato terrorista.

As autoridades da França prenderam nesta quinta-feira (29) duas pessoas suspeitas de tentarem atropelar um grupo de militares próximo a um quartel na cidade de Varces-Allières-et-Risset, em Isère, no leste da França. informou a imprensa local.

França prende suspeitos de tentarem atropelar militares
França prende suspeitos de tentarem atropelar militares
Foto: Ansa / Ansa - Brasil

Os agentes do 93º Regimento de Artilharia da Montanha estavam se preparando para realizar uma corrida matinal próximo ao quartel quando foram surpreendidos pelo motorista de um Peugeot preto. De acordo com a imprensa local, citando a polícia francesa, ninguém ficou ferido. O homem conseguiu fugir, mas as autoridades iniciaram uma operação de busca e captura contra o autor do ataque.

Antes da tentativa de colisão, o motorista do veículo gritou - em duas ocasiões - insultos contra os militares, que se desviaram ao se atirar em uma vala, informou a rádio France Bleu Isère.

Ainda de acordo com a emissora, o episódio ocorreu por volta das 9h (horário local), e os soldados conseguiram reter a placa do fugitivo.

A tentativa do atropelamento acontece no último dia de homenagens às quatro vítimas do ataque terrorista ocorrido na última sexta-feira (23) em um supermercado no sul da França, quando o jihadista Radouane Lakdim fez diversas pessoas refém antes de ser abatido pelas autoridades francesas.

As causas da tentativa de atropelamento ainda são desconhecidas, mas as autoridades estão avaliando o caso. Segundo a polícia, o carro usado no ataque teria sido roubado pelos criminosos.

O episódio deixou o país mais uma vez em estado de alerta, já que na última semana o jihadista Radouane Lakdim matou quatro pessoas no ataque a um supermercado.

Veja também:

 

Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade