0

Força Aérea do Chile confirma queda de avião que desapareceu com 38 pessoas

10 dez 2019
07h50
atualizado às 18h11
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A Força Aérea do Chile disse na terça-feira que um de seus aviões de carga caiu com 38 pessoas a bordo depois de desaparecer em uma área isolada entre a América do Sul e a Antártida, e são poucas as chances de se encontrar sobreviventes.

Avião Hércules C130 da Força Aérea do Chile, do mesmo modelo que sofreu acidente durante voo para Antártida, em foto de arquivo
24/11/2007
REUTERS/Ivan Alvarado
Avião Hércules C130 da Força Aérea do Chile, do mesmo modelo que sofreu acidente durante voo para Antártida, em foto de arquivo 24/11/2007 REUTERS/Ivan Alvarado
Foto: Reuters

A aeronave Hércules C130 decolou na segunda-feira às 16h55 (horário local) da cidade de Punta Arenas, no sul do país, e perdeu contato logo após às 18h.

A Força Aérea informou em um comunicado que ainda não conseguiu localizar o avião e determinar se há sobreviventes, mas que concluiu que a aeronave deve ter caído devido ao total de horas que já está desaparecida.

A Aeronáutica chilena também explicou que estava fazendo contato com as famílias dos 17 tripulantes e 21 passageiros do avião.

"As possibilidades são difíceis, mas acho que seria profundamente errado que, no momento em que estamos, com toda a energia e determinação, fazendo o humanamente possível, desanimarmos", disse o ministro da Defesa, Alberto Espina, a repórteres.

O acidente ocorre em um momento turbulento para o Chile e o presidente Sebastián Piñera, que enfrenta um descontentamento crescente que provocou quase dois meses de tumultos na capital, Santiago, e tem pressionado seu governo.

"Meus pensamentos e orações estão com as famílias dos 38 tripulantes e passageiros do avião C-130 da FACh (Força Aérea)", escreveu Piñera no Twitter, onde afirmou que seu colega brasileiro, Jair Bolsonaro, havia oferecido apoio.

O governo da Argentina também disse que ofereceu assistência aérea e naval para busca e salvamento.

"Com a ajuda de muitos, estamos fazendo todos os esforços humanamente possíveis na operação de busca do avião", afirmou Piñera. Ele acrescentou que havia cancelado uma viagem à Argentina para participar da posse do presidente Alberto Fernández na terça-feira.

A região onde o avião desapareceu é uma área vasta e praticamente intocada do oceano, de mantos de gelo habitados por pinguins, nos limites do continente sul-americano.

A aeronave faria uma operação de apoio logístico para manutenção da base e de outras instalações chilenas na Antártida.

Veja também:

Maior edifício impresso em 3D da Europa está em construção
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade