0

Turquia: estátua de príncipe fazendo 'selfie' é vandalizada

Telefone celular foi roubado horas depois de a obra ser inaugurada

12 mai 2015
06h11
atualizado às 14h21
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Um dia após inauguração, celular já havia sido furtado da mão da imagem
Um dia após inauguração, celular já havia sido furtado da mão da imagem
Foto: Haberturk

Uma estátua de um príncipe otomano fazendo uma 'selfie' foi alvo de vândalos horas depois de ser inaugurada na Turquia.

A estátua, em tamanho real, foi revelada na cidade de Amásia, no norte do país, no último sábado, mas, um dia depois, já faltava um dispositivo crucial para qualquer amante de selfies ─ o telefone celular.

Siga o Terra Notícias no Twitter

O príncipe em bronze ainda permanece à beira do rio onde foi colocado, com os restos de seu telefone em uma mão e a espada em outra.

Desde então, turistas vêm lotando o local para tirar uma foto com a estátua ─ ou o que restou dela ─ assim como fazer uma 'selfie'.

Mas nem mesmo após o episódio de vandalismo alguns moradores locais passaram a simpatizar com o monumento. Eles o descrevem como um cartão postal "ridículo", que desrespeita a história ilustre da cidade.

Durante a era otomana, Amásia teve um papel importante na preparação dos príncipes para se tornarem sultões.

Durante a era otomana, Amásia teve um papel importante na preparação dos príncipes para se tornarem sultões
Durante a era otomana, Amásia teve um papel importante na preparação dos príncipes para se tornarem sultões
Foto: Zaman TV

Eles eram enviados para governar a cidade como parte de seu treinamento para depois governar o império inteiro.

"Todo mundo sabe que telefones celulares não existiam durante aquele período. É desrespeitoso com nossos ancestrais de retratar um príncipe dessa maneira", disse um morador ao jornal local Today’s Zaman. "Quem tiver quebrado essa parte da estátua, deveria ter feito o serviço completo ─ removê-la totalmente".

Autoridades dizem que a imagem não representa nenhum príncipe específico, mas seu objetivo é atrair atenção. "Não há nada que ofenda ou diminua nossos príncipes", alega o prefeito da cidade, Cafer Ozdemir, acrescentando que não há nada de errado, em sua opinião, de dar à estátua uma "nova roupagem".

 

 

BBC News Brasil BBC News Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC News Brasil.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade