0

Carro invade calçada do Parlamento Britânico e deixa feridos

Motorista foi detido e polícia cerca a região; vários pedestres ficaram feridos, mas nenhuma das vítimas apresentam ferimentos graves

14 ago 2018
07h16
atualizado às 07h35
  • separator
  • 0
  • comentários

LONDRES - Um homem foi preso após invadir a calçada e bater um carro nas grades do Parlamento do Reino Unido, no centro de Londres, na manhã desta terça-feira, 14. Segundo a polícia, vários pedestres ficaram feridos, e, até o momento, nenhuma das vítimas apresentam ferimentos graves.

Policiais esperam em cordão em frente à Abadia de Westminster, próximo às Casas do Parlamento, onde possível atentado ocorreu
Policiais esperam em cordão em frente à Abadia de Westminster, próximo às Casas do Parlamento, onde possível atentado ocorreu
Foto: Hannah McKay / Reuters

"O motorista foi detido pelos policiais no local do crime. Vários pedestres ficaram feridos. Agentes continuam no local. Nós iremos providenciar mais informações em breve", informou a Polícia Metropolitana de Londres em rede social.

A Polícia Metropolitana afirmou que nenhuma das vítimas encontradas até o momento apresenta ferimentos graves.

Segundo a imprensa local, dez viaturas da polícia e três ambulâncias cercam a região ao redor do Parlamento.

Um porta-voz da Polícia Metropolitana afirmou que ainda não é possível afirmar se o caso se trata de terrorismo. "Ainda estamos apurando tudo", disse.

A estação de metrô Westminster foi fechada e passageiros só poderão trocar de linhas dentro do terminal.

O Parlamento do Reino Unido teve a segurança reforçada após o atentado de março de 2017, quando um homem invadiu a calçada na Ponte de Westminster e atropelou pedestres antes de bater o veículo. Em seguida, o suspeito se dirigiu ao ponto de segurança do principal acesso à sede do Legislativo e atacou os guardas com uma faca. Quatro pessoas morreram e 40 ficaram feridas no atentado. 

Veja também:

 

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade