2 eventos ao vivo

EUA extraditam sicário da Cosa Nostra à Itália

Freddy Gallina estava foragido desde o início de 2016

4 mar 2021
09h05
atualizado às 09h50
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Após uma longa batalha jurídica, os Estados Unidos extraditaram para a Itália o mafioso Ferdinando "Freddy" Gallina, considerado um dos sicários da Cosa Nostra.

Tido como "braço direito" do chefe mafioso Salvatore Lo Piccolo, Gallina desembarcou no Aeroporto de Fiumicino, nos arredores de Roma, na manhã desta quinta-feira (4) e responde por três homicídios qualificados cometidos em nome da máfia siciliana entre 1999 e 2000.

O sicário chegou a ser preso na Itália em 2008, mas acabou beneficiado pela liberdade condicional no fim de 2014. Gallina cumpriu os termos impostos pela Justiça até janeiro de 2016, quando fugiu para a América do Norte.

O governo da Itália pediu a extradição do mafioso em 2017, quando foi informado pelo Serviço de Cooperação Internacional da Polícia que ele estava em Nova York. Gallina usou todos os instrumentos jurídicos previstos pela legislação americana, mas, ao fim de uma longa batalha nos tribunais, Roma conseguiu reaver o criminoso.  

Veja também:

Garoto de 10 anos é achado sozinho na fronteira entre México e EUA
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade