1 evento ao vivo

Estado Islâmico alega ter decapitado ex-soldado americano

Peter Kassig teve sua vida ameaçada um mês atrás, durante a suposta decapitação do britânico Alan Henning

16 nov 2014
08h14
atualizado às 11h20
  • separator
  • 0
  • comentários

O Estado Islâmico alega ter excutado o refém americano Peter Kassig neste domingo. Segundo a rede de TV americana CNN, Kassig é um ex-soldado do grupo de operações especiais do exército americano, o US Rangers. 

Momentos de Kassig e outros 20 soldados sírios que foram decapitados pelo Estado Islâmico
Momentos de Kassig e outros 20 soldados sírios que foram decapitados pelo Estado Islâmico
Foto: Daily Motion / Reprodução

Ele teria sido decapitado por membros do grupo extremista.

Um vídeo com o suposto assassinato foi publicado nas redes sociais, mas rapidamente tirado do ar pelo YouTube, mas ainda pode ser visto no Daily Motion.

O vídeo do EI mostra os momentos finais de uma pessoa, que não foi possível ser reconhecida, antes de ter sua cabeça cortada com uma faca de combate.

Peter Kassig tinha 26 anos de idade e havia se convertido ao islã e passou a chamar-se Abdul Rahman Kassig. Após retornar a vida civil, ele estava fazendo trabalhos humanitários na Síria, onde foi capturado. O refém ficou sob detenção do EI durante um ano.

Peter Kassig, também conhecido Abdul Rahman Kassig, fazia trabalhos humanitários na Síria quando foi sequestrado pelo EI
Peter Kassig, também conhecido Abdul Rahman Kassig, fazia trabalhos humanitários na Síria quando foi sequestrado pelo EI
Foto: Kassig Family/Twitter / Divulgação

Kassig teve sua vida ameaçada um mês atrás, durante a suposta decapitação do britânico Alan Henning.

Além de Kassig, o vídeo mostra outros 20 soldados sírios sendo decapitados em série.

A família de Peter Kassig publicou nas redes sociais uma mensagem. Nela, eles afirmam que pretendem aguardam o governo dos Estados Unidos confirmar que o vídeo é autêntico.

Desvendando o Estado Islâmico Desvendando o Estado Islâmico

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade