PUBLICIDADE

Mundo

Em telefonema com Putin, Lula reafirma defesa de negociações de paz que envolvam Rússia e Ucrânia

10 jun 2024 - 16h12
Compartilhar
Exibir comentários

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva reafirmou ao presidente russo, Vladimir Putin, a defesa do Brasil de negociações de paz que envolvam os dois lados na guerra entre Rússia e Ucrânia, durante telefonema nesta segunda-feira.

Em nota, o Palácio do Planalto informou que Putin ligou para Lula e ambos conversaram ainda sobre a agenda de reforma de governança global do G20, presidido pelo Brasil, e temas de agenda bilateral.

"Sobre a Ucrânia, o presidente Lula reiterou a defesa de negociações de paz que envolvam os dois lados do conflito, em linha com documento assinado pelos assessores presidenciais Celso Amorim e seu homólogo chinês Wang Yi", diz a nota.

No documento, assinado em meados de maio, os dois países defendem a necessidade de ter Ucrânia e Rússia presentes em quaisquer negociações de paz.

O presidente brasileiro decidiu não comparecer à Cúpula de chefes de Estado marcada na Suíça para discutir as negociações de paz porque a Rússia não foi chamada. Lula deixou claro, em outros discursos, que a posição brasileira é de que as negociações só avançarão com os dois lados na mesa.

O Brasil deve ser representado pela embaixadora na Suíça, Cláudia Buzzi.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade