PUBLICIDADE

Biden suspenderá tarifas de aço da Ucrânia por um ano

Premiê ucraniano fez pedido em sua visita a Washington

9 mai 2022 20h10
| atualizado às 20h28
ver comentários
Publicidade

O governo dos Estados Unidos anunciou nesta segunda-feira (9) que suspenderá as tarifas sobre o aço da Ucrânia pelo período de um ano, interrompendo uma medida imposta por Donald Trump em 2018.

Biden suspenderá tarifas de aço da Ucrânia por um ano
Biden suspenderá tarifas de aço da Ucrânia por um ano
Foto: EPA / Ansa - Brasil

A informação foi divulgada pelo jornal "New York Times" e é revelada no momento em que a administração de Joe Biden procura maneiras de ajudar a Ucrânia em meio à invasão da Rússia.

A medida, segundo fontes do Departamento de Comércio dos EUA, foi explicitamente solicitada pelo primeiro-ministro ucraniano, Denys Shmyhal, quando visitou Washington. Na ocasião, o político ucraniano teria dito que algumas siderúrgicas de seu país estavam começando a produzir novamente depois de ficarem fechadas por causa do conflito.

Na gestão passada, Trump impôs uma tarifa de 25% sobre todas as importações de aço, justificando as taxas como medida de segurança nacional.

De acordo com a publicação, a Ucrânia é um importante produtor de aço, ocupando o 13º lugar globalmente. A maioria das fábricas do país e outras atividades econômicas foram congeladas em decorrência da guerra.

Mais cedo, o presidente americano, Joe Biden, assinou uma lei para acelerar o envio de armas para a Ucrânia, inspirada em uma medida de 1941 usada para fornecer equipamentos aos britânicos que lutavam contra o líder nazista Adolf Hitler.

Além disso, o democrata enfatizou que o Congresso deve aprovar "urgente" o novo pacote de ajuda à Ucrânia e disse que os recursos são essenciais para o sucesso de Kiev no campo de batalha. "Não podemos permitir atrasos neste esforço", afirmou Biden.

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade