0

Ciclone Amphan deixa 84 mortos e devasta Índia e Bangladesh

Balanço provisório fala em 84 vítimas nos dois países

21 mai 2020
14h43
atualizado às 15h10
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A passagem do ciclone Amphan, na Índia e Bangladesh, nesta quinta-feira (21), deixou ao menos 84 mortos e centenas de vilas costeiras inundadas, informaram as autoridades locais. A tempestade é a mais forte a atingir as regiões em mais de uma década, segundo especialistas.

A maioria das mortes foram registradas devido à queda de árvores
A maioria das mortes foram registradas devido à queda de árvores
Foto: Reuters

A maioria das mortes foram registradas devido à queda de árvores por causa do forte vento e à maré de aproximadamente cinco metros. O fenômeno causou a destruição de milhares de casas, a evacuação de mais de três milhões de pessoas, além de provocar a perda de colheitas.

"71 pessoas morreram, incluindo 15 em Calcutá. Nunca vi um desastre dessa magnitude", afirmou Mamata Banerjee, ministra chefe de Bengala Ocidental, estado no leste da Índia.

De acordo com autoridades de Bangladesh, até o momento, 12 pessoas perderam a vida no país durante a tempestade. Os balanços dos dois países, no entanto, ainda são provisórios.
   

Veja também:

"Ele poderia ter sido George Floyd", diz mãe ao lado de filho em protesto
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade