PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Mundo

Apresentação de Blinken com banda em Kiev é criticada por alguns ucranianos

15 mai 2024 - 11h39
Compartilhar
Exibir comentários

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, subiu ao palco com uma banda ucraniana em um bar na terça-feira durante uma viagem surpresa a Kiev, atraindo aplausos da plateia, mas algumas críticas online de pessoas que desaprovaram a apresentação.

A reação mista refletiu o reconhecimento dos ucranianos do papel fundamental que o apoio dos EUA desempenha na guerra contra a Rússia, bem como a crescente preocupação entre os civis com as perdas no campo de batalha e a intensificação dos ataques de mísseis e drones russos.

Blinken, que se encontrou com o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskiy, durante sua visita e prometeu apoio inabalável dos EUA a Kiev, referiu-se às dificuldades militares no nordeste da Ucrânia antes de apresentar uma versão de "Rockin' in the Free World", de Neil Young.

"Seus soldados, seus cidadãos, especialmente no nordeste, em Kharkiv, estão sofrendo tremendamente", disse ele ao público no Barman Dictat, no centro de Kiev.

"Mas eles precisam saber, vocês precisam saber, que os Estados Unidos estão com vocês, que grande parte do mundo está com vocês. E eles estão lutando não apenas por uma Ucrânia livre, mas pelo mundo livre, e o mundo livre também está com vocês."

Apesar dessas palavras, alguns ucranianos disseram que a apresentação, que foi publicada nas redes sociais, não ocorreu em bom momento, dada a dura realidade da guerra que milhões de pessoas estão vivendo.

"A noite do secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, em Kiev pode ser descrita em uma palavra: inapropriada", disse Svitlana Matvienko, diretora-executiva da Agency for Legislative Initiatives, no Facebook.

"Com todo o respeito aos aliados, com toda a gratidão pela ajuda fornecida... Fiquei ofendida com essa performance como cidadã ucraniana cujos entes queridos estão abrindo mão de tudo para que possamos resistir."

O clima na Ucrânia, onde a guerra com a Rússia já está em seu terceiro ano, tem se tornado cada vez mais pessimista.

As forças russas estão avançando lentamente na região oriental de Donbas, atacando em uma nova frente no nordeste e aumentando as tropas no norte. A ajuda militar dos EUA foi adiada por meses e Kiev precisa desesperadamente de mais defesas aéreas.

Serhiy Marchenko, um blogueiro com mais de 34.000 seguidores no Facebook, disse que a apresentação não repercutiu bem.

"Estamos em um comprimento de onda diferente. Eu gostaria de ver mais compreensão por parte dos aliados", escreveu ele na plataforma.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
Publicidade
Publicidade