PUBLICIDADE

Jovem bebeu antes de atropelar e matar vigia com carro de luxo em Goiás

Antônio Scelzi Netto, de 25 anos, chegou a ser preso preventivamente, mas obteve liminar e aguarda o processo em liberdade

12 jun 2024 - 17h51
(atualizado às 19h40)
Compartilhar
Exibir comentários
Antônio Scelzi Netto durante depoimento
Antônio Scelzi Netto durante depoimento
Foto: Reprodução/TV Globo

Antônio Scelzi Netto, de 25 anos, motorista do carro de luxo que atropelou e matou um vigilante em Goiânia (GO), na madrugada de domingo, 9, consumiu bebida alcoólica antes do acidente. O suspeito atropelou, arrastou o corpo do vigia Clenilton Lemes Correia, de 38 anos, por mais de 300 metros e depois fugiu sem prestar socorro. As informações são da TV Globo.

A vítima estava a caminho do trabalho quando foi atingida pelo carro de luxo, um modelo Mercedes-Benz C180.

Após a batida, a placa do carro saiu e ficou no local do acidente, o que ajudou a localizar o motorista. O suspeito foi preso em casa, em um condomínio de luxo, e se recusou a realizar o teste do bafômetro. O laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou que o motorista estava sob efeito de álcool. Antônio Scelzi Netto chegou a ter a prisão em flagrante convertida em preventiva.

No entanto, na terça-feira, 11, a Justiça concedeu liminar para que Antônio aguarde o processo em liberdade.  O suspeito deve cumprir medidas como manter o endereço atualizado na Justiça, estar em casa após as 21h e aos sábados, domingos e feriados e estar presente sempre que intimado no processo. 

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade