PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Guilherme Mazieiro

Lira falta à posse de ministro de Lula e abertura dos trabalhos no STF

Presidente da Câmara também não esteve no ato que marcou um ano do 8/1; eventos de hoje tiveram presença de autoridades dos três poderes

1 fev 2024 - 18h55
Compartilhar
Exibir comentários
Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara dos Deputados.
Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara dos Deputados.
Foto: Zeca Ribeiro / Agência Câmara / Estadão

O mundo do poder em Brasília teve duas cerimônias recheadas de autoridades nesta quinta, dia 1º, a posse do ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, e a reabertura dos trabalhos no Supremo Tribunal Federal (STF). No entanto, uma ausência chamou a atenção nos dois atos: o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). Neste ano, o deputado também não participou do evento que reuniu membros dos três poderes, no dia 8/1, data de um ano do ataque golpista.

A presença de autoridades e chefes de poderes em atos como os de hoje costuma ser uma cortesia e parte do protocolo do cargo. Nos dois eventos desta quinta estavam presentes, além dos presidentes da República, Lula (PT), do Congresso, Rodrigo Pacheco (PSD-MG) e do STF, Luís Roberto Barroso, ministros de governo, ministros de cortes superiores e parlamentares.

No evento do STF, a Câmara esteve representada pelo vice-presidente da Casa, Marcos Pereira (Republicanos-SP). Ele contou à coluna que não sabe o motivo da ausência do presidente. “Ele não me disse. Só perguntou se eu poderia ir”, declarou Pereira.

Lira esteve em Brasília nos últimos dias e viajou nesta quarta, 31, para Alagoas, após reunião com o ministro da Casa Civil, Rui Costa, para discutir vetos feitos pelo presidente Lula sobre o Orçamento de 2024. O encontro aconteceu em meio a um distanciamento e insatisfação de parlamentares e lideranças do Congresso com a articulação política do Planalto, conduzida pelo ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Alexandre Padilha. As queixas vão desde acordos sobre vetos até prazos não cumpridos.

No STF não há rusgas aparentes entre Lira e os ministros. Segundo aliados do presidente da Câmara, ele mantém boa relação com o presidente Luís Roberto Barroso e evita, por exemplo, pautar projetos que interfiram no funcionamento do Judiciário.

Sobre as ausências, a assessoria do presidente da Câmara informou que nesta quinta, Lira estava em Alagoas sem agenda pública, e que sua equipe havia informado aos cerimoniais do Planalto e do STF que ele não participaria dos eventos. À coluna, não foi dada justificativas sobre sua ausência.

Fonte: Guilherme Mazieiro Guilherme Mazieiro é repórter e cobre política em Brasília (DF). Já trabalhou nas redações de O Estado de S. Paulo, EPTV/Globo Campinas, UOL e The Intercept Brasil. Formado em jornalismo na Puc-Campinas, com especialização em Gestão Pública e Governo na Unicamp. As opiniões do colunista não representam a visão do Terra. 
Compartilhar
Publicidade
Publicidade