PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Guilherme Mazieiro

Ex-aluno, aliada há 14 anos e chefe do MP-SP, veja a equipe de Lewandowski na Justiça

Ministro tomou posse nesta quinta-feira, 1º no lugar de Flávio Dino, que exercerá mandato de senador até assumir uma cadeira no STF, dia 22.

1 fev 2024 - 17h41
(atualizado às 17h45)
Compartilhar
Exibir comentários
Ministro Ricardo Lewandowski (ao centro) toma posse nesta quinta, 1.fev.24
Ministro Ricardo Lewandowski (ao centro) toma posse nesta quinta, 1.fev.24
Foto: Isaac Amorim/Divulgação MJSP

O novo ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, foi empossado nesta quinta, 1º, e nomeou os quadros que vão compor sua equipe. Entre os membros estão uma assessora que o acompanha há 14 anos, Ana Maria Neves, e será sua chefe de gabinete e um secretário que já tinha sido aluno do ministro no curso de Direito, na Universidade de São Paulo, em 1999, Marivaldo Pereira.

Durante a gestão de Flávio Dino, Pereira foi secretário de Acesso à Justiça. Agora, foi alçado à função de secretário-executivo adjunto. Quando estudante de Direito, ele teve aulas com o ministro sobre “teoria geral do estado”, no primeiro ano de graduação na USP, em 1999. À época, Lewandowski não era ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), cargo que ocupou entre 2006 e 2023.

“Ele foi meu professor. Mas temos vários amigos em comum e parte da equipe permaneceu para dar continuidade ao trabalho que já vinha sendo realizado”, disse Pereira à coluna durante a posse de Lewandowski, no Palácio do Planalto.

Secretário-Executivo Adjunto no Ministério da Justiça, Marivaldo Pereira
Secretário-Executivo Adjunto no Ministério da Justiça, Marivaldo Pereira
Foto: Isaac Amorim/ Divulgação MJSP

Um novo nome da equipe é o secretário-executivo, número 2 da pasta, Manoel Carlos de Almeida Neto, que trabalhou com o ministro no STF. Também inicia o trabalho o procurador-geral de Justiça de São Paulo, Mário Luiz Sarrubbo, que assumirá a Secretaria Nacional de Segurança Pública no lugar de Tadeu Barbosa de Alencar.

Entram para o time de Lewandowski, o ex-assessor do ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, Jean Uema (Secretaria Nacional de Justiça), André Garcia (Secretaria de Políticas Penais), Sheila de Carvalho (Acesso à Justiça)

Parte da equipe que trabalhou com Dino foi mantida, como os chefes da Polícia Federal, Andrei Passos Rodrigues, e da Polícia Rodoviária Federal, Antônio Fernando Oliveira. Seguirão nas funções os seguintes secretários: Wadih Damous (Secretaria do Consumidor), Estela Aranha (Secretaria de Direitos Digitais), Marta Machado (Secretaria de Políticas Sobre Drogas), Elias Vaz (Secretário de Assuntos Legislativos).

Veja lista divulgada pelo Ministério da Justiça:

ENRIQUE RICARDO LEWANDOWSKI - Ministro da Justiça e Segurança Pública

Ana Maria Neves - Chefe de Gabinete

Manoel Carlos de Almeida Neto  -Secretário-Executivo

Marivaldo Pereira - Secretário-Executivo Adjunto

Jean Uema - Secretário Nacional de Justiça

Mario Sarrubbo - Secretário Nacional de Segurança Pública

Wadih Damous- Secretário Nacional do Consumidor

André Garcia - Secretário Nacional de Políticas Penais

Marta Rodrigues de Assis Machado - Secretária Nacional de Política sobre Drogas e Gestão de Ativos 

Elias Vaz - Secretaria Nacional de Assuntos Legislativos 

Sheila de Carvalho - Secretária de Acesso à Justiça

Estela Aranha - Secretária de Direitos Digitais

Andrei Augusto Passos Rodrigues - Diretor-Geral da Polícia Federal

Antônio Fernando Oliveira - Diretor-Geral da Polícia Rodoviária Federal

Assessores Especiais:

Tamires Sampaio (Coord. Programa Nacional de Segurança Pública)

Elizeu Soares Lopes (Coord. Participação Social e Diversidade)

Lilian Manoela Melo

Marcelo Pimentel de Oliveira

Marco Antônio Riechelmann

Fonte: Guilherme Mazieiro Guilherme Mazieiro é repórter e cobre política em Brasília (DF). Já trabalhou nas redações de O Estado de S. Paulo, EPTV/Globo Campinas, UOL e The Intercept Brasil. Formado em jornalismo na Puc-Campinas, com especialização em Gestão Pública e Governo na Unicamp. As opiniões do colunista não representam a visão do Terra. 
Compartilhar
Publicidade
Publicidade