PUBLICIDADE

Guilherme Mazieiro

Gente como a gente: filha do ministro de Minas e Energia ligou para o pai após apagão

Ministro Alexandre Silvira relatou que sua filha, estudante de medicina, foi uma das 30 milhões de pessoas que ficaram sem energia

15 ago 2023 - 18h58
Compartilhar
Exibir comentários
O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, durante entrevista coletiva
O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, durante entrevista coletiva
Foto: Poder360

O apagão que deixou cerca de 30 milhões de brasileiros sem energia nesta terça-feira, 15, afetou também a filha do ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira. O titular da pasta que cuida do tema disse que logo pela manhã, uma das primeiras ligações que recebeu foi da filha, relatando que não teve aula por conta da interrupção no abastecimento.

“Terceiro ou quarto telefonema que recebi foi da minha filha dizendo que não teve aula porque não tinha condição. A faculdade de medicina não teve condição de acolhê-la lá. O mesmo aconteceu com 30 milhões de brasileiros”, disse Silveira sem detalhar onde a filha estuda. Pela manhã, quando recebeu a ligação da filha, o ministro estava no Paraguai com o presidente Lula (PT). Ele voltou às pressas para cuidar da falta de abastecimento que atingiu todas as regiões do país.

A fala aconteceu durante entrevista coletiva a jornalistas nesta terça. Ele disse que acionará a Polícia Federal e a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) para que investiguem as causas da queda de energia. 

O ministro afirmou que “dois eventos” em linhas de alta capacidade provocaram a interrupção da distribuição de energia em todas as regiões do país, com exceção do Estado de Roraima. No entanto, ele não disse quais foram as causas e nem qual a empresa responsável pela linha onde houve falhas. Segundo ele, o caso está em apuração.

Fonte: Guilherme Mazieiro Guilherme Mazieiro é repórter e cobre política em Brasília (DF). Já trabalhou nas redações de O Estado de S. Paulo, EPTV/Globo Campinas, UOL e The Intercept Brasil. Formado em jornalismo na Puc-Campinas, com especialização em Gestão Pública e Governo na Unicamp. As opiniões do colunista não representam a visão do Terra. 
Compartilhar
Publicidade
Publicidade