1 evento ao vivo

Sartori: “só a primeira dama” tem vaga garantida no governo

27 out 2014
12h00
atualizado às 12h44
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Pol&iacute;tico foi eleito novo governador do Rio Grande do Sul</p>
Político foi eleito novo governador do Rio Grande do Sul
Foto: Fernando Teixeira / Futura Press

Um dia depois das eleições, o governador eleito do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori (PMDB) tem fugido das perguntas sobre a escolha de seu secretariado, apesar das especulações que tem surgido na imprensa gaúcha. No entanto, em entrevista à rádio Gaúcha nesta segunda-feira, ele afirmou que a única pessoa que tem lugar garantido em sua administração é a primeira dama Maria Helena Sartori (PMDB).

Indagado sobre nomes, ele afirmou que “só a primeira dama” já tinha espaço garantido. Maria Helena Sartori, que é deputada estadual no Rio Grande do Sul, conseguiu apenas a suplência nas eleições deste ano. Como o marido, ela é professora, e já atuou como dirigentes do Sindicato dos professores do Estado (Cpers)

Na noite de domingo, quando se manifestou sobre a escolha dos nomes que virão a compor seu governo, Sartori afirmou que as definições não devem ocorrer antes do dia 15 de dezembro e desautorizou qualquer pessoa a especular, dizendo até que alguns nomes poderiam ser prejudicados nesse processo.

“Tem que combinar (perfil) técnico com político. Tem que ter sensibilidade política. Se alguém prometeu algum cargo em meu nome, está redondamente enganado com as consequências e com o futuro que ai está. Mas ainda estamos longe desse processo porque ainda não combinei com a equipe que vai fazer”, disse.

Ainda de acordo com Sartori, o governador Tarso Genro (PT) afirmou, na ligação que fez ao parabenizá-lo pela vitória, que colocará secretários à disposição do PMDB para iniciar o processo de transição. 

O governador tirou o dia para dar entrevistas e terá ainda uma agenda na cidade de Caxias do Sul, seu berço político, para depois tirar alguns dias de férias.

Veja como ficaram os resultados das Eleições 2014 nos Estados Veja como ficaram os resultados das Eleições 2014 nos Estados

 

Veja também:

Senadora Simone Tebet (MDB-MS) defende representatividade mínima de 30% de mulheres na direção dos partidos
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade