PUBLICIDADE

Mulher grávida é agredida em campanha para candidato petista no RJ

Presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, atribui a agressão a apoiadores de um candidato bolsonarista

28 set 2022 - 14h27
(atualizado às 16h58)
Compartilhar
Exibir comentários
Mulher grávida sofreu agressão em São Gonçalo (RJ)
Mulher grávida sofreu agressão em São Gonçalo (RJ)
Foto: Reprodução/Twitter

Uma mulher grávida foi agredida enquanto fazia campanha para o candidato a deputado federal Dimas Gadelha (PT), em São Gonçalo, no Rio de Janeiro. A deputada e presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleisi Hoffmann, usou as redes sociais para denunciar o caso, que, segundo ela, foi praticado por bolsonaristas.

Gleisi disse que apoiadores de um candidato ligado ao presidente Jair Bolsonaro (PL) foram os responsáveis pela agressão e que eles teriam gritado "aqui é guerra" durante o ato de violência. 

Um vídeo que mostra a grávida deitada no chão esperando por atendimento médico viralizou nas redes sociais.

A agressão ocorreu durante um desfile em comemoração aos 132 anos de emancipação de São Gonçalo na quinta-feira, 22. Testemunhas alegaram que houve uma briga entre apoiadores dos candidatos a deputado federal Dimas Gadelha (PT) e o deputado estadual Douglas Ruas (PL).

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade