0

TRE-GO determina que Facebook exclua posts contra Perillo

9 ago 2014
12h39
atualizado às 12h51
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO) determinou na última quinta-feira a despublicação de conteúdos postados no Facebook que continham críticas e acusações ao candidato Marconi Perillo, que disputa o cargo de governador do Estado pelo PSDB. 

O juiz Rodrigo de Silveira determinou a exclusão de imagens publicadas na página "Movimento Fora Marconi" e no perfil de Cristina Kott, assessora do candidato do DEM ao Senado, Ronaldo Caiado, em um prazo de 48 horas, sob pena de pagamento de multa diária fixada em R$ 5 mil.

Caiado chamou de censura a decisão e saiu em defesa da sua funcionária, diretamente afetada pela situação. "Não é porque uma cidadã trabalha com política que ela não pode expressar sua insatisfação, dar sua opinião. Ela compartilhou um post que já estava na rede. Me solidarizo com a minha funcionária e com o Movimento Fora Marconi, que tem o direito de se expressar", declarou o candidato ao Senado.

O político do DEM foi ao Twitter na manhã deste sábado para expressar seu repúdio às duas liminares. Caiado também destacou que a Justiça negou outro pedido de Perillo, que queria vetar comentários do deputado federal em redes sociais.

 

 

Coligações partidárias: Dilma, Aécio e Eduardo CamposColigações partidárias: Dilma, Aécio e Eduardo Campos

Veja também:

Em 'live' com alvos de ação do STF, Eduardo Bolsonaro cita 'momento de ruptura'
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade