0

No Recife, Aécio aceita parte das exigências de Marina

Neste sábado, o candidato tucano deu início a sua campanha na região Nordeste do País em busca da vitória no segundo turno das eleições e do apoio de Marina Silva

11 out 2014
14h05
atualizado às 15h16
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Aécio Neves recebeu o apoio dos filhos de Eduardo Campos. Na foto, João Campos, filho mais velho do político pernambucano cumprimenta o tucano </p>
Aécio Neves recebeu o apoio dos filhos de Eduardo Campos. Na foto, João Campos, filho mais velho do político pernambucano cumprimenta o tucano
Foto: Orlando Brito/Coligação Muda Brasil / Divulgação

O candidato à Presidência da República Aécio Neves (PSDB) deu início, neste sábado, a sua campanha na região Nordeste do País em busca da vitória no segundo turno das eleições. Em um ato político no Recife, o tucano reuniu lideranças dos movimentos sociais pernambucanos, dirigentes do PSB e filhos de Eduardo Campos. Como exigências impostas por Marina Silva para que o tucano tivesse seu apoio, Aécio promete uma reforma política que conte com o fim da reeleição, a adoção de uma política ambiental sustentável e a priorização do ensino integral no País.

O ato aconteceu no Clube Internacional, onde a candidatura de Marina havia sido lançada ao lado de Campos, no meio deste ano. Participaram do encontro também o governador de Pernambuco, João Lyra, o governador eleito, Paulo Câmara, o senador eleito Fernando Bezerra, o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, e o vice da chapa do PSB à Presidência da República, Beto Albuquerque. 

Apesar de ceder em alguns pontos em busca do apoio de Marina, Aécio não deve acatar ao pedido para retirar a proposta de redução da maioridade penal de seu programa. O tucano deve ser irredutível quanto a essa questão porque o autor da proposta de emenda constitucional que reduz a maioridade para 16 anos em casos de crimes hediondos é o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB), vice-presidente na chapa do tucano.

Após o primeiro turno das eleições ocorrido no domingo, 5 de outubro, ficou definido que a disputa para a Presidência da República terá segundo turno entre os candidatos Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves. Dilma obteve 41,59% dos votos, ficando à frente de Aécio, que termina o primeiro turno com 33,55%. A candidata do PSB Marina Silva deixou a corrida presidencial com 21,32% dos votos, em terceiro lugar.

Nas disputas aos governos, 13 Estados e o DF enfrentarão segundo turno. Outras 13 unidades da federação escolheram seus governadores no primeiro turno.

Veja o cenário eleitoral nos estados Veja o cenário eleitoral nos estados

Veja também:

PM detém rapaz após acidente de trânsito no Bairro Santo Onofre
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade