PUBLICIDADE

Fuvest 2024: professores comentam provas do 1º dia da 2ª fase

Confira o que professores especialistas têm a dizer sobre as provas do 1º dia da 2ª fase da Fuvest 2024

18 dez 2023 - 08h42
Compartilhar
Exibir comentários

As provas do 1º dia da 2ª fase da Fuvest 2024 foram aplicadas ontem, dia 17 de dezembro. Os exames realizados foram de linguagens e redação.

vestibular-da-fuvest-dicas-segunda-fase-humanidades-linguagem
vestibular-da-fuvest-dicas-segunda-fase-humanidades-linguagem
Foto: Foto - Divulgação / USP / Brasil Escola

O índice de abstenções este ano foi menor que ano passado. Dos 30.788 candidatos esperados, 6,1% faltaram, o que corresponde 1.877 inscritos.

A fim de compreender melhor o desenvolvimento e a realização das questões das provas do 1º dia da 2ª fase da Fuvest 2024, fomos conversar com professores do Colégio Poliedro e do Oficina do Estudante, confira o que descobrimos.

Comentários sobre a prova de redação do 1º dia da 2ª fase da Fuvest 2024

A redação do 1º dia da 2ª fase da Fuvest 2024 trouxe como tema o funcionamento da educação básica brasileira. A proposta relacionava educação básica, formação profissional e os usos da reflexão em contraponto com a utilização de multitarefas. Os candidatos deviam fazer um texto dissertativo-argumentativa entre 20 e 30 linhas.

Segundo o professor Mateus Leme, do Oficina do Estudante, afirmou que a abordagem desta edição foi surpreendente, pois, normalmente, a Fuvest pede temas mais filosóficos e abstratos. O educador ainda disse que era possível trabalhar tanto a realidade brasileira como a de outros países ocidentais. 

Mateus disse que é perceptível uma crítica ao sistema educacional brasileiro e a seus métodos de reconhecimento de sucesso. Disse, o professor:

A reflexão simboliza o ócio, e o ensino atual é o ensino multitarefa para que o aluno busque sempre sucesso, eficiência e desempenho. Então, podemos entender como uma crítica ao sistema educacional brasileiro, ainda que não tenha alguma referência - no tema nem na coletânea - ao novo Ensino Médio, nada disso.

O professor Arthur Medeiros, do Colégio Poliedro, destacou a necessidade de se ter uma visão crítica do mundo para se desenvolver um bom texto relacionado a este tema. O educador ainda nos deu um exemplo de como esse problema já tem consequências no mercado de trabalho em países da Europa:

Para se ter ideia da relevância do problema, recentemente, Portugal sancionou a lei do "direito de desconectar", que proíbe que empregadores contatem seus funcionários por meio de meio de aplicativos de mensagens, por exemplo, fora do horário de trabalho. 

Comentários da prova de literatura do 1º dia da 2ª fase da Fuvest 2024

O professor de literatura do Oficina do Estudante, André Barbosa, afirmou que a prova de literatura desta edição de Fuvest não foi nada surpreendente, tanto em relação aos temas como em relação aos temas trabalhados. 

Em seguida, ele fez uma análise de cada uma das quatro questões cobradas. Conforme o educador falou, a questão 7 focou na intertextualidade quando apresentou um poema de Carlos Drummond de Andrade com Caetano Veloso.

A questão 8 relacionou Machado de Assis com um texto de Karl Marx. O professor afirmou ser interessante a ligação entre textos literário e sociológicos, segundo ele, esta é uma abordagem que foi bem desenvolvida nas salas de aula. 

Na questão seguinte, a 9, o aluno teve que desenvolver a escola literária do Arcadismo e a escritora Cecília Meirelles. A questão 10 continuou trabalhando o Arcadismo, porém, apresentou o autor Tomás Antônio Gonzaga relacionada a obras das artes visuais. 

Comentários sobre a prova de gramática do 1º dia da 2ª fase da Fuvest 2024

A prova da Fuvest 2024 cobrou tempos verbais, morfologia, semântica e manteve o "DNA Fuvest", segundo o professor Marcos Sagatio, do Oficina do Estudante. Ele explica:

Porque, como sempre, valorizou muito a semântica, a leitura do texto, o significado das palavras, como relacionar o significado ao contexto, explorar as possibilidades de sentido, a polissemia, a reflexão sobre o sentido da palavra dentro do texto. 

O professor comentou sobre as questões 1 e 6 que trabalhavam a polissemia das palavras, Humanidade e Execução. Ele também comentou sobre o item 4 que explorou a acepção semântica da palavra "travesti".

Por fim, ele ressalta a questão 5, considerada interessante por relacionar semântica com contexto e evidenciar a importância das habilidades de leitura para um bom desempenho nos exames da Fuvest.

Brasil Escola
Compartilhar
Publicidade
Publicidade