PUBLICIDADE

Unicamp divulga lista de isentos de taxa do vestibular 2015

8 ago 2014 10h41
| atualizado às 10h49
ver comentários
Publicidade

A Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) vai beneficiar 4.566 candidatos com a isenção do pagamento da taxa de inscrição para o vestibular 2015 da Unicamp. No ano passado, 4.002 candidatos foram beneficiados. Os contemplados podem consultar no site do vestibular a lista com os nomes e o código de isento necessário para se inscrever no vestibular sem precisar pagar a taxa, que é de R$ 140.

Apoio escolar: Terra ajuda seu filho no dia a dia dos estudos para o ENEM

Os beneficiados também receberão uma mensagem via correio eletrônico com o código de isento. As inscrições para o vestibular da Unicamp serão feitas entre os dias 11 de agosto e 11 de setembro exclusivamente pela internet. 

A universidade reforça que os candidatos beneficiados com a isenção do pagamento da taxa não são automaticamente inscritos no vestibular. É preciso realizar a inscrição, no mesmo período dos demais candidatos, usando o código específico de candidato isento. Os pedidos para o não pagamento da taxa de inscrição foram encerrados em maio. 

As isenções foram oferecidas em três modalidades. A maior parte das isenções concedidas foi para a modalidade 1, dirigida a estudantes provenientes de famílias de baixa renda, que cursaram os ensinos fundamental e médio em escolas públicas, em que 3.834 estudantes receberam o benefício. Já na modalidade 2, para funcionários da Unicamp/Funcamp, 10 candidatos tiveram isenção da taxa de inscrição. Na modalidade 3, dirigida a todos os candidatos aos cursos de Licenciatura em período noturno (Ciências Biológicas, Física, Letras, Licenciatura Integrada Química/Física, Pedagogia e Matemática), que fizeram ensino fundamental e médio em escolas públicas, 722 candidatos foram beneficiados.

O programa de isenção do Vestibular Nacional da Unicamp é parte do Programa de Ação Afirmativa e Inclusão Social (Paais), que prevê pontos adicionais na nota final de candidatos que tenham cursado todo o ensino médio na rede pública brasileira. Os candidatos da rede pública que optam pelo Paais recebem 60 pontos a mais na nota final da segunda fase. Candidatos autodeclarados pretos, pardos e indígenas que tenham cursado o ensino médio em escolas públicas têm direito, além dos 60 pontos adicionais, a mais 20 pontos acrescidos à nota final. A participação é opcional e deve ser indicada no formulário de inscrição.

 
 

 

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade