PUBLICIDADE

Fapesp direciona 52% dos recursos a pesquisas sociais

A astronomia foi a área que obteve um crescimento mais expressivo de recursos, 290% a mais que em 2013

24 jul 2015 - 18h17
(atualizado em 27/7/2015 às 07h21)
Compartilhar
Exibir comentários

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) divulgou o Relatório de Atividades de 2014 com o número de investimento em pesquisas realizados no ano passado no estado de São Paulo. Com uma receita de R$ 1,22 bilhão, a Fapesp destinou R$ 1,15 bilhão a pesquisas científicas e tecnológicas, investimento 4,5% superior ao ano passado.

Siga Terra Educação no Twitter

Siga Terra Notícias no Twitter

Segundo o relatório, 82% dos recursos que compõem a receita da fundação, o equivalente a R$ 998,67 milhões, foram transferidos pelo Tesouro Estadual. Esse repasse é determinado pela Constituição e equivale a 1% da receita tributária do Estado de São Paulo.

Cerca de 52% do investimento foi direcionado a pesquisas com potencial de aplicação por meio de 15 programas, que promovem parceria entre empresas e universidades e os que apoiam estudos para subsidiar a formação políticas públicas em áreas como educação, meio ambiente e saúde.

A Fapesp destinou R$ 1,15 bilhão a pesquisas cientificas e tecnológicas
A Fapesp destinou R$ 1,15 bilhão a pesquisas cientificas e tecnológicas
Foto: iStock

Outros 41% dos recursos foi repassada a 12 modalidades de fomento que visam o avanço do conhecimento. Os programas apoiam a formação de recursos humanos e estimulam a pesquisa acadêmica, e 7% foram investidos em programas voltados para a infraestrutura de pesquisa, para assegurar a continuidade das pesquisas no estado de São Paulo.

A astronomia foi a área que obteve um crescimento mais expressivo de recursos, 290% a mais que em 2013, devido principalmente à integração da Fapesp no consórcio internacional da Giant Magellan Telescope (GMT), que construirá o observatório e a estrutura mecânica do megatelescópio que será instalado nos Andes chilenos.

As três universidades estaduais paulistas ficaram 75% do desembolso da Fapesp. Institutos estaduais de pesquisa receberam R$ 62,62 milhões, o equivalente a 5% do total. Os projetos de instituições federais de ensino superior e pesquisa ficaram com R$ 139,96 milhões, 12% do total.

Em 2014, a Fapesp recebeu 18.286 pedidos de apoio a projetos de pesquisa. Foram assinados 11.609 novos contratos de apoio, solicitados no ano e em anos anteriores.

As principais notícias da manhã no Brasil e no mundo (24/07):
Fonte: Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade