PUBLICIDADE

Apple impediu US$ 7 bi em transações fraudulentas na App Store

Apple impediu mais de US$ 7 bilhões de transações potencialmente fraudulentas na App Store nos últimos quatro anos

16 mai 2024 - 22h30
(atualizado em 17/5/2024 às 00h42)
Compartilhar
Exibir comentários

A Apple informou que impediu um montante de US$ 7 bilhões em transações potencialmente fraudulentas na App Store entre 2020 e 2023. O resultado divulgado nesta terça-feira (14) faz parte da análise anual de prevenção da empresa de 2023, que mostra os resultados das iniciativas para impedir o uso indevido da loja de aplicativos do iPhone.

Foto: Mariia Shalabaieva/Unsplash / Canaltech

"Ao frustrar os esforços fraudulentos de malfeitores, a Apple garante que os usuários possam instalar software em seus dispositivos pessoais sabendo que há uma série de salvaguardas para protegê-los e que os desenvolvedores têm uma loja confiável com uma forte reputação para distribuir seus aplicativos e jogos", disse a fabricante.

Apple evita US$ 7 bilhões em fraude

O acumulado de US$ 7 bilhões reflete em diversas tentativas de cometer fraudes na plataforma nos últimos quatro anos. Só em 2023, a empresa ajudou a impedir que mais de US$ 1,8 bilhão fosse destinado a transações que desobedecem as regras da loja ou a legislação vigente.

Além disso, a empresa conta que mais de 3,5 milhões de cartões de crédito roubados foram impedidos de serem usados para comprar aplicativos ou fazer assinatura. Também em 2023, mais de 1,1 milhão de contas foram banidas para impedir novos usos enganosos.

Apple barrou mais de 1,7 milhão de apps em 2023 (Imagem: Ivo Meneghel Jr/Canaltech)
Apple barrou mais de 1,7 milhão de apps em 2023 (Imagem: Ivo Meneghel Jr/Canaltech)
Foto: Canaltech

Mais de 1,7 milhão de apps barrados

Já no universo dos desenvolvedores, quase 118 mil contas foram encerradas por atividades potencialmente fraudulentas. Na mesma seara, a Apple informa que mais de 1,7 milhão de submissões de apps foram rejeitadas, com destaque para três motivos:

  • Mais de 248 mil por spam, cópias e enganações;
  • Mais de 38 mil por trazer recursos escondidos;
  • Mais de 375 mil por violar as normas de privacidade da empresa.

Google vetou 2 milhões de apps maliciosos

A Apple não é a única empresa que se empenhou para tornar sua loja de aplicativos mais segura. Também em 2023, o Google bloqueou 2,28 milhões de apps na Play Store. Além disso, 333 mil contas mal-intencionadas foram identificadas e banidas da plataforma por apresentarem malwares ou violações recorrentes.

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade