0

Webinar com escritórios de advocacia de diversos países discute impactos da Covid-19

7 abr 2020
02h35
atualizado às 09h04
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O NWADV - Nelson Wilians Advogados e mais oito escritórios de diversos países promovem nesta terça-feira (7) um webinar sobre os impactos da pandemia da Covid-19 no mercado jurídico internacional.

Com a pandemia, todos os setores da economia mundial foram afetados. O mercado jurídico também sofreu consequências importantes, e os escritórios de advocacia têm um papel importante na busca para minimizá-las.

Os participantes vão abordar uma série de questões, como as medidas tomadas pelas bancas para minimizar os impactos gerados pela crise juntos aos seus colaboradores; quais ações foram implantadas para atender as demandas dos clientes na velocidade necessária; quais os impactos percebidos no mercado jurídico e nos negócios.

"Neste momento, em que leis e normas mudam a todo instante, nada mais importante do que ouvir e compartilhar ideias e experiências", ressalta o advogado Marcel Daltro, que irá representar a banca brasileira.

Segundo Daltro, o evento é vital para debater as consequências da atual crise nas diversas áreas do Direito, sob o ponto de vista de um escritório de advocacia.

Os outros participantes serão: Liu Kejiang, do Dhh Law Firm (China); Kenneth Maclean, Lagos Maclean Abogados (Chile); Javier Parquet, Parquet & Asociados (Paraguai); Jorge Castaño, Brick Abogados (Colômbia); Nuno Cruz, Cruz Roque Semião Advogados (Portugal); Gautam Bhatikar, Legasis Partners Advocates & Solicitors (Índia); Rafael Torres, Torres y Torres Lara Abogados (Peru); Fernando Carreño, Von Wobeser y Sierra, S.C (México).


O webinar começa às 17h. Quem quiser acompanhar, basta acessar: https://zoom.us/j/936908412



Website: https://zoom.us/j/936908412

Veja também:

Pelé é superestimado? Editor do L! avalia polêmica criada por site inglês
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade