PUBLICIDADE

Rinoplastia preservadora: nova técnica cirúrgica traz resultados menos invasivos

Procedimento que visa alterar a estética do nariz está entre as cirurgias plásticas mais realizadas no Brasil.

14 jan 2021 00h11
ver comentários
Publicidade

Uma das reclamações mais comuns em consultórios de cirurgia plástica é com relação ao nariz. Com o avanço dos estudos na área das cirurgias plásticas, técnicas prometem reduzir o tempo de recuperação enquanto conferem que resultados satisfatórios vêm surgindo. É o caso da rinoplastia preservadora.

Quando há indicação da técnica, a rinoplastia preservadora tem inúmeras vantagens. Uma delas é a recuperação mais rápida. Sendo assim, o processo de cicatrização é melhor e causa menos inchaço, "explica o cirurgião plástico Dr. Fernando Nakamura".

De acordo com o especialista, por ser uma técnica menos invasiva, essa cirurgia vem ganhando cada vez mais espaço no Brasil e no mundo por proporcionar ótimos resultados com menor trauma cirúrgico, pois preservam os ligamentos e tecidos, o que significa menos inchaço e hematomas e menor tempo de recuperação.  Além disso, a paciente também tem a liberdade de retornar as suas atividades de forma mais rápida.

"A rinoplastia preservadora veio para agregar. Em casos específicos em que seja necessária uma nova intervenção no nariz, chamados retoques ou refinamentos, a cirurgia é bem mais simples", destaca o médico.

A cirurgia, que dura de 3 a 4 horas, é realizada sob efeito de anestesia geral e através de cortes internos, o que resulta em cicatrizes menos aparentes.



Website: http://institutoperface.com/

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
Publicidade
Publicidade