0

O que vender no Carnaval: uma lista para segmentos variados

13 fev 2020
15h08
atualizado às 21h42
  • separator
  • 0
  • comentários

Muitos dizem que o ano só começa depois do Carnaval, mas quem trabalha com comércio sabe que não é bem assim. A maior festa brasileira está marcada para o final de fevereiro e  o comerciante precisa estar preparado.

Foto: https://www.storyblocks.com/ / DINO

Sabe-se que o Carnaval é uma ótima época para vender fantasias e adereços, mas que outros produtos têm a venda favorecida durante esta época? Com base nos campeões de venda dos anos anteriores e nas tendências das últimas grandes comemorações, foi  elaborada uma lista com ideias de investimentos para todos os tipos de negócio tirarem nota 10 no quesito lucro.

Ombreiras e tiaras

Entre os acessórios mais procurados estão as ombreiras de fita que chegam a custar R$80 reais, o par, e as tiaras com tema e frases chamativas que custam entre R$10 e R$40. Estes itens devem ser facilmente encontrados em lojas de bijuterias e acessórios, sem esquecer dos bonés, dos chapéus, dos óculos de sol e das viseiras.

Bodies e pochetes 

Entre as lojas de roupa, a procura por bodies, peças únicas estilo maiô de banho, deve aumentar consideravelmente. E quanto mais coloridos, melhor. E para complementar a venda, o comerciante deve disponibilizar pochete, item que ficou escondido por algumas décadas, mas voltou com força nos últimos anos, pois dá liberdade para o folião pular sem perder celular, dinheiro e documentos. Para os menos fashionistas, a doleira que vai por baixo da blusa é uma opção discreta, que oferece o mesmo conforto e ainda mais segurança.

Cosméticos

Para lojas de cosméticos, a procura por protetor solar e loção pós-sol deve aumentar muito, mas além dos tradicionais bloqueadores, a busca por protetor solar com glitter deve chamar atenção. O comerciante também deve apostar em maquiagens nas cores neon e com muito brilho, além de pedrarias coláveis e tatuagens temporárias. 

Aposta: roupinhas para pet

O mercado pet está em franca expansão no Brasil e a procura por roupinhas e fantasias para pets cresce muito não só no carnaval, mas também em datas como Halloween e Natal. Os pet shops que se adequarem a esta tendência devem lucrar muito nessas datas.

Controle de vendas

Para controlar a vendas do Carnaval, o comerciante precisa automatizar os processos de venda. Com um sistema integrado de controle de caixa, vendas e estoque, o Programa NEX, por exemplo, simplifica a sua gestão com relatórios eficientes, incluindo Contas a Pagar e consultas remotas da movimentação da loja, em tempo real, através do NEXapp. Além disso, Programa NEX não precisa de Internet para realizar todas as operações básicas do sistema, dessa forma, uma loja não deixa de funcionar se a Internet estiver instável. É uma ferramenta de fácil instalação e acesso, perfeita para resolver as demandas de gestão do dia a dia de pequenos comércios.



Website: https://www.programanex.com.br/

Veja também:

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade