0

Neuroarquitetura otimiza o local de trabalho e aumenta a produtividade

13 jun 2018
16h42
  • separator
  • comentários

Grande parte das pessoas passa mais tempo do dia em salas de escritórios do que no sofá da sala. Isso porque a jornada do brasileiro que trabalha em regime CLT é em média 44 horas por semana. Pensando nisso, quanto mais o ambiente corporativo for apropriado, maior será a produtividade dos colaboradores, além de trazer benefícios que contribuam para a qualidade de vida. Esse é o conceito da neuroarquitetura que, a partir de pesquisas, avalia os impactos dos elementos presentes no ambiente de trabalho no comportamento das pessoas. Mesmo para quem trabalha home office, o espaço destinado para o desempenho das funções precisa ser pensado estrategicamente, justamente pois ele tem grande influência na tomada de decisão, no humor e também no rendimento.

Foto: DINO

Estudos na área de neuroarquitetura já comprovaram o impacto dos ambientes nas pessoas. Além da disposição dos móveis e objetos de decoração, as cores possuem grande significado, uma vez que elas são capazes de estimular determinados comportamentos. A iluminação também precisa ser levada em consideração, já que é determinante no processo de desenvolvimento das atividades. Quando estabelecida de forma apropriada, reduz o cansaço da visão e, consequentemente, alguns problemas resultantes desse desgaste, como as tradicionais dores de cabeça. Utilizar a luz natural pode contribuir no combate ao estresse, mas é preciso pensar na localização da mobília, já que os raios de sol podem atrapalhar a visão do computador, por exemplo.

O investimento em capacitação profissional é extremamente necessário para conquistar uma série de oportunidades. Seja para ingresso no mercado de trabalho, ou quando se almeja um cargo maior, com mais responsabilidades, mas também melhores rendimentos, estudar se torna a principal ferramenta. Preocupadas com a qualidade do serviço prestado, muitas empresas hoje em dia passaram a ser provedoras desses treinamentos, ou mesmo favorecer as condições para que o empregado os realize. Sobretudo, da mesma forma que o saber é valorizado, o espaço físico também deveria ser, uma vez que a neuroarquitetura é capaz de proporcionar bem-estar, que gera melhores resultados e mais produtividade.

É importante que tudo seja estudado e planejado com profissionais especialistas. Buscar essa orientação é essencial, uma vez que não existe uma fórmula resolutiva que se adeque a todas as empresas. Primeiramente, porque cada pessoa reage de uma maneira aos cenários a que são submetidas, e também devido às necessidades de cada função, bem como do segmento da empresa. Existem locais que permitem uma decoração mais despojada, enquanto outros não abrem mão de ambientes tradicionais.

Especializada em executar projetos para escritórios , incluindo a definição de espaço e layout das instalações, a Wnez explica que um planejamento embasado na neuroarquitetura deve ser pensado de modo a aproveitar todo o espaço, levando sempre em consideração os aspectos arquitetônicos da obra. "É importante fazer um trabalho com responsabilidade, pois o estabelecimento das estratégias de execução e a escolha de cada mobília precisam integrar funcionalidade, produtividade e o conforto dos funcionários", conta. Investir em vegetação no ambiente de trabalho aumenta o bem-estar e criatividade, inclusive quando expresso em quadros, por exemplo, o que destaca mais uma possibilidade de investimento para o ambiente corporativo.



Website: http://www.wnez.com.br/
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade