0

Na luta contra a Covid-19, indústria de Garça produz sanitizador de ambientes

22 out 2020
11h18
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

No Brasil, segundo dados do Ministério da Saúde, desde o 1º caso de Covid-19 em 26 de fevereiro de 2020, já são mais de 5,2 milhões de pessoas que pegaram a doença, totalizando pouco mais de 154 mil mortes. Somente no estado de São Paulo, já são mais de 1 milhão de pessoas que testaram positivo para Covid-19, com 38 mil óbitos, somando todos os casos desde o início da pandemia.

Foto: Henlau Química / DINO

Com esta estatística alarmante, a indústria nacional, de modo geral, tem se movimentado para oferecer produtos que ajudem a população a retomar parcialmente a normalidade do dia a dia com a segurança necessária no combate à Covid-19.

Em Garça/SP, a 420km da capital, a Henlau Química produz o sanitizador e desinfetante para objetos, superfícies e ambientes Desoquem EPI 100, produto não inflamável e com ação prolongada.

À base de Quaternário de Amônio de 5ª geração a 0,05%, o produto atende às normas da ANVISA sobre a eficácia de sua ação nos processos de desinfecção, inclusive para o coronavírus. Sua alta concentração atribui um rendimento muito maior no seu uso em comparação com outros produtos do mercado, com 1 litro do produto rendendo até 100 litros quando diluído em água.

"O produto desinfetante é ideal tanto para empresas e locais com grande circulação de pessoas quanto para uso doméstico. Sem cheiro, o sanitizador pode ser usado em um borrifador para limpar superfícies como móveis, maçanetas, objetos, interior de veículos e capacetes, pode ser usado na esfrega de chão com rodinho e pano e pode ser colocado em umidificadores, aspergindo as suas gotículas no ar para desinfecção mais ampla de ambientes, como consultórios médicos e escritórios", explica Norberto Luiz Afonso, CEO da empresa.

Até mesmo as roupas podem ser desinfetadas com o produto. "Como o sanitizador é inodoro, a pessoa pode borrifar o produto em roupas e blusas mais pesadas. Mesmo que fique um pouco úmido, a secagem é rápida e não mancha, além, é claro, de não ser inflamável, ao contrário de outros virucidas e bactericidas ou até mesmo o álcool, que é altamente inflamável e traz risco quando manuseando sem a segurança necessária", detalha Jayme Prado, diretor comercial da indústria.

Restaurante adota produtos anti-Covid-19 para medidas sanitárias

Em Garça, Andrea Ogawa Yamamoto, proprietária de um restaurante de cozinha japonesa, se organizou com todas as seguranças sanitárias necessárias para a reabertura do estabelecimento neste período de pandemia.

"A cada dois dias, sabendo da sua ação prolongada, aplicamos o sanitizador por aspersão em toda a parte interna e externa do restaurante, sanitizando e desinfetando todo o nosso mobiliário e superfícies. Além disso, possuímos um tapete umidificado com o produto na entrada do estabelecimento, para que os clientes desinfetem a sola dos calçados", diz Andrea.

Outra ação de prevenção implementada no estabelecimento foi a oferta do creme de proteção contra o coronavírus Help Hand Extreme, outro produto da Henlau Química que inativa o vírus por até 4 horas quando em contato com a pele.

"Os clientes que desejam manusear o cardápio físico ao invés do digital, além da sugestão de higienização das mãos com álcool em gel, oferecemos o creme de proteção e explicamos o seu poder de proteção em longo prazo, reforçando essa dobradinha bem-sucedida com o álcool em gel na luta contra o coronavírus", detalha a empresária.



Website: http://www.henlau.com.br/produto/desoquem-epi-100-p150

Veja também:

Dono do Sky Duty Free Shopping de Foz é assassinado a tiros na noite de sábado
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade