PUBLICIDADE

DINO

Falta de inteligência emocional e má conduta são 90% dos casos de demissão

Pesquisa foi realizada com executivos da área de recursos humanos.

22 mar 2019 - 11h24
Compartilhar
Exibir comentários

De acordo com dados apresentados pela Page Personnel, uma consultoria especializada em recrutamento, 90% dos casos de demissão são devido à falta de inteligência emocional e má conduta no ambiente de trabalho. A pesquisa foi realizada com 1.400 executivos da área de recursos humanos, de janeiro a agosto de 2018.

Foto: Felipe Marx & Felipe Duarte / DINO

O coach Felipe Marx, CEO da Super Boss Inteligência Social e coach facilitador da Alta Performance Pessoal avalia que a falta de conhecimento emocional é um fator determinante para quem tem cargos em que lidar com pessoas é uma prática frequente. De acordo com ele, sem essa noção, o profissional se torna refém de seus próprios impulsos e julgamentos, que desencadeiam ações danosas a si mesmo e aos colegas de trabalho.

"Muitas vezes, o indivíduo acredita que apenas se capacitando profissionalmente terá sucesso na carreira. O conhecimento emocional sobre si mesmo e os outros pode ser até mesmo uma vantagem que poderá abrir portas no futuro", aprofunda Marx.

Com mais de 13 anos  de estudos sobre o ser humano e seus aspectos emocional, mental, físico e espiritual, Marx teve a chance de dividir seu conhecimento com mais de 550 mil brasileiros e mais de 10 mil alunos que realizaram seus treinamentos:

"Busco transmitir para as pessoas que o sucesso começa a partir delas mesmas, de dentro para fora".

Para o coach, crescimento e satisfação profissional estão conectadas ao gerenciamento do estresse mental. Marx explica que assim como existem cursos para a capacitação profissional, o mercado também oferece treinamentos específicos para aperfeiçoar a inteligência emocional.

"Tenho o conhecimento de casos de alunos que notaram uma melhora exponencial no ambiente de trabalho em que estão inseridos. Muitos até foram promovidos porque modificaram a forma como apresentavam seus resultados e lidavam com seus superiores e colegas de trabalho", afirma o coach.

Marx defende que os profissionais busquem o autoconhecimento alinhado a práticas de inteligência emocional.

"É preciso assumir novas responsabilidades para crescer. Precisamos cuidar de nós mesmos e buscar evoluir, essa dessa vez nossa prioridade número um", declara o profissional.  

Website: http://sou.superboss.com.br/protagonista

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade