0

E-commerce brasileiro cresce mesmo em meio à crise de 2020

Pesquisas informam que o mercado on-line, diferente de outros segmentos, teve um crescimento maior do que o habitual mesmo em meio a um período de crise.

23 dez 2020
14h52
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O e-commerce vem crescendo ano após ano, mas neste último, em 2020 o aumento foi maior ainda devido à Covid-19, que fez com que ainda mais pessoas migrassem das lojas físicas para lojas on-line. Foi detectado nesse período que pessoas que nunca haviam efetuado uma compra on-line sequer fizessem sua primeira compra, mostrando que neste ano mais pessoas foram inseridas no universo de compras on-line.

Foto: New Old Man / DINO

Algumas informações sobre o mercado: o e-commerce brasileiro registrou um crescimento de 47% no primeiro semestre, sua maior alta em 20 anos. De acordo com dados da 42ª edição do Webshoppers, estudo sobre e-commerce do País elaborado semestralmente pela Ebit|Nielsen, em parceria com a Elo, o crescimento do faturamento foi impulsionado pela alta de 39% no número de pedidos, para 90,8 milhões, em relação ao primeiro semestre de 2019.

Além do número de pedidos e vendas, o valor médio desembolsado para as compras on-line dos brasileiros também cresceu (6%), passando de R$ 404, no primeiro semestre de 2019, para R$ 427 no mesmo período deste ano. "O que mais impulsionou o crescimento nesse período foi o aumento de pedidos, em grande parte, das categorias on-line, sendo que as mais importantes, como, por exemplo, eletrônicos e eletrodomésticos, já têm um ticket médio mais alto", explica a diretora do Ebit. A pesquisa ainda revela que os adeptos do e-commerce no Brasil cresceram 40%, chegando a 41 milhões no total, visto que a necessidade e o aumento na confiança sobre os pagamentos pela web levaram 7,3 milhões de brasileiros a comprar on-line pela primeira vez. Dentre essas 41 milhões de pessoas que estão no e-commerce, 58% são heavy users, ou seja, aquelas com mais de quatro compras no semestre, dos quais 20% com mais de dez pedidos nesse período. Nos mesmos meses do ano passado, esses compradores representavam 53%, sendo 17% com frequência acima de dez vezes.

Com isso, fica evidenciado que o e-commerce continua sua caminhada de crescimento e mesmo com os problemas e com quedas na economia ele continua evoluindo e garantindo seu espaço de destaque no varejo mundial e brasileiro.



Website: https://www.newoldman.com.br/

Veja também:

Rone apreende drogas e detém quatro pessoas, no Bairro Lago Azul
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade