PUBLICIDADE

D2L conclui transformação para modernizar sua plataforma de aprendizagem

20 dez 2019 - 16h28
(atualizado em 23/12/2019 às 10h27)
Ver comentários

Iniciativa conclui uma complexa migração para Amazon Web Services.

"Há três anos, definimos que faríamos essa importante mudança para beneficiar nossos clientes", comentou John Baker, CEO da D2L. "Nós dissemos que faríamos e fizemos - e nossos clientes agora podem contar conosco mais do que nunca. Esta é uma das várias iniciativas que a D2L tem se concentrado nos últimos 3 a 5 anos para modernizar nossa plataforma e garantir que somos os melhores do segmento. Ouvimos atentamente nossos clientes para ter certeza de que estávamos no caminho certo. Como resultado, e graças à incansável dedicação de nossos funcionários, estamos vivenciando uma crescente demanda por nossas ofertas."

A migração dos clientes para um ambiente singular permite inúmeras melhorias na plataforma D2L Brightspace, que eram muito complexas para serem realizadas quando a plataforma era baseada em múltiplas tecnologias. Esses avanços incluem:

• Melhorias mais frequentes e automáticas, sem interrupção ou tempo de inatividade para nossos usuários;
• Redução da complexidade da tecnologia relacionada à infraestrutura, que permite que a equipe de engenharia da D2L se concentre em inovações;
• Maior estabilidade e confiabilidade para os clientes;
• Muitos recursos novos para a plataforma principal, criados a partir de milhares de sessões de design com clientes.

Mudanças como essas — embora grandes, complexas e desafiadoras — são necessárias para melhorar a experiência geral dos usuários da plataforma Brightspace em todo o mundo. Ao colaborar fortemente com os clientes para minimizar as interrupções durante essa transformação e, concentrando-se na automação, a D2L proporcionou uma transição sem eventos críticos e manteve com sucesso 98% de seus clientes de educação, apesar da transição maciça. Com esta última transformação, a D2L consolidou sua reputação como uma companhia sem medo de assumir grandes mudanças, e que faz o que diz que fará.

"Os principais benefícios esperados de levar as nossas instâncias locais do D2L Brightspace para a nuvem são, pela ordem: contar com a atualização contínua do AVA, pois com a versão local ficávamos muito atrasados nas atualizações; melhorar o suporte recebido da D2L, uma vez que a instância local desatualizada dificultava a atuação do suporte; melhorar a disponibilidade e estabilidade do AVA; e terceirizar a manutenção e operação do AVA para o fornecedor, liberando a equipe interna para atividades de geração de valor. Alguns destes benefícios se realizaram imediatamente, mas existe ainda trabalho a ser feito para conseguirmos todos os resultados esperados. Nossa migração para a nuvem tem pouco mais de 3 meses, e estamos certos que foi a direção certa a seguir", declara Paulo Goés, gerente do CTE - Centro de Tecnologias Educacionais da FGV, um dos clientes da D2L no Brasil, sobre a migração para a nuvem.

"Nossos clientes precisam de nós para terem a certeza de que poderão entregar seus programas de aprendizagem de última geração. Trazemos a certeza de que eles precisam", disse Cheryl Ainoa, COO da D2L. "Realizar esta transformação em particular sem eventos críticos só foi possível graças ao projeto bem pensado — algo que temos muito orgulho de ter alcançado."

*Um cliente em andamento para concluir a transição.

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
Publicidade
Publicidade