0

Consumidores compram cada vez mais pela internet e e-commerce se torna grande atrativo das empresas

13 nov 2017
19h14
  • separator
  • comentários

Sai a desconfiança, entra a praticidade: o brasileiro, em geral, está cada vez mais desenvolvendo o hábito de comprar online, o que tem favorecido bastante o mercado. Mas, para um e-commerce ter sucesso, é necessário que o empreendedor, antes de tudo, possua conhecimento de mercado.

Foto: DINO

Prova da relevância cada vez maior da internet é o fato de que pela primeira vez esse universo online foi escolhido como o meio preferido dos clientes para as compras dos presentes de Natal, de acordo com a pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

Cerca de 40% dos brasileiros pretendem fazer suas compras para o período no varejo eletrônico, acima dos 32% de 2016. Com isso, a internet superou os shopping centers na preferência do consumidor: os centros de compra serão a opção de 37% dos compradores, abaixo dos 41% que optaram pelos shoppings no ano passado. Atualmente o Brasil possui mais de 120 milhões de internautas e segundo o re­la­tó­rio We­bsho­ppers, pro­du­zi­do pe­la Ebit, em 2016 o e-commerce brasileiro faturou R$ 44,6 milhões.

A importância dos e-commerces é de fato uma realidade, já que 47% dos consumidores preferem pesquisar nas lojas virtuais antes de comprarem nas lojas físicas, de acordo com a pesquisa realizada pelo SPC Brasil. Entre os tipos de pesquisas mais buscados estão os preços (30%), seguido de detalhes e característica de produtos ou serviços (12%) e a opinião dos outros clientes (5%).

Para a coordenadora de e-commerce da Procfit, Marina Freitas, o potencial de crescimento dos e-commerces no Brasil está apenas no início. "A Procfit tem o desenvolvimento dos e-commerces como uma de suas especialidades e observamos que o interesse das empresas e dos consumidores nas lojas virtuais é cada vez maior, a tendência é de que o crescimento seja ainda mais evidente nos próximos anos. As empresas hoje em dia não buscam somente um e-commerce, mas querem principalmente oferecer aos consumidores uma experiência de compra omnichannel", afirma Freitas.

O omnichannel integra lojas físicas, virtuais e compradores. Dessa maneira, é possível explorar todas as possibilidades de interação. Essa tendência é uma evolução do conceito de multicanal, pois é completamente focada na experiência do consumidor nos canais existentes de uma determinada marca.

Mesmo estando dentro da loja física, os clientes podem utilizar o aplicativo da marca para verificar se existe o produto que deseja. Ao encontrá-lo pelo aplicativo, pode fazer o pedido com um dos vendedores da loja física e optar por receber a entrega em casa. Assim, um canal ajuda o outro a oferecer uma experiência de compra cada vez melhor e a estreitar ainda mais as relações online e offline.

"Entregar aos clientes uma experiência omnichannel é sem dúvida um grande diferencial que as empresas podem oferecer aos consumidores. A estratégia omnichannel pode trazer diversos benefícios para o público de uma empresa, como a melhora nas vendas, na imagem da sua marca e no processo de fidelização de clientes", complementa Freitas.

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade