0

Casal empreendedor fatura mais de R$ 3 milhões em uma cidade de 40.000 habitantes

Com planejamento e diálogo, casal prova que é possível manter uma relação saudável também no mundo dos negócios.

25 jun 2019
14h00
  • separator
  • 0
  • comentários

Apesar de serem formados em áreas distintas, o casal André e Joyce Bianchi começaram a empreender juntos sem perceber. Em 2006, André abriu uma pequena empresa no porão de sua casa, o Grupo GV8, na cidade de Santa Cruz do Rio Pardo - SP com apenas 40.000 habitantes; enquanto Joyce, no ano seguinte, concluiu a graduação em Fisioterapia. Sem dinheiro para investir em um novo empreendimento no ramo da saúde e procurando meios para aumentar a renda familiar, o casal viu que a melhor opção seria unir forças.

Foto: JB / DINO

Assim, ainda em 2007, Joyce assumiu a vaga de secretária na GV8 e foi adquirindo conhecimento na área digital. Assumindo novas responsabilidades e crescendo dentro da empresa, Joyce assumiu o cargo de CEO da GV8 em 2013, antes ocupado por André. Com o crescimento dos negócios, no mesmo ano o casal se uniu ainda mais para fundar a BWI Participações, holding que investe em projetos da área de tecnologia e levam empreendedores do Brasil para o Vale do Silício e que em 2017 por meio de uma fusão criou-se a IIN - Imersão Internacional de Negócios que atua no setor de educação corporativa.

Em maio de 2018 entraram também no setor de varejo onde criaram a Prosperità Presentes, utilizando metodologias do Vale do Silício como o Design Thinking, Lean Startup e Canvas para a validação do modelo de negócio, dos produtos e precificação.

Neste período conquistaram uma carteira de mais de 4.500 clientes em todos os estados do Brasil, além de México, Estados Unidos, Irlanda e Dubai e levaram quase 400 empresários ao Vale do Silício.  O faturamento atual das empresas do casal supera os R$ 3 Milhões por ano, todas nas áreas de serviços, educação corporativa e no varejo.

Confira 05 dicas do casal que fizeram com que seus negócios dessem certo:

Resiliência: Compreender que nem tudo são flores nos negócios e que toda falha remete a um aprendizado, fez com que o casal sempre analise as circunstancias de forma positiva e encontre uma forma embasada para as próximas decisões.

Persistência: Uma empresa não começa a dar resultados antes de 2 ou 3 anos de vida. É necessário persistência durante o dia a dia para que a execução do planejamento prévio comece a dar resultados.

- Desafios x soluções: São dezenas os desafios em se ter uma empresa no Brasil.  Primeiro, trocar a palavra problemas por desafios e segundo a cada obstáculo, seja profissional ou pessoal, agir juntos para solucionar e criar novas oportunidades;

- Respeito: É necessário compreender que haverá divergência de ideias e opiniões e estas deverão ser respeitadas para o bem comum;

- Definir objetivos em comum: A partir do momento que ambos enxergam de forma clara onde querem chegar, facilita o trabalho em conjunto para conquistar os objetivos, além de fortalecer o casal.



Website: https://missaonovaledosilicio.com.br/blog

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade